Brie Duval é uma jovem australiana, de 25 anos, que sofreu uma grave queda em agosto de 2021, resultando em um traumatismo cranioencefálico (TCE) e ficou em coma.

A queda aconteceu em um estacionamento, onde havia uma obra em andamento com uma das paredes ainda não terminada. Por ali, a jovem sofreu uma queda de 10 metros até o pavimento. Como estava escuro, ela não foi capaz de ver a sinalização de perigo.

Foto: Reprodução

A jovem ficou  inconsciente durante três meses. Quando acordou, apresentou amnésia e precisou ficar internada por mais dois meses. Assim que foi recuperando a memória, teve acesso ao seu celular novamente, descobrindo que seu noivo, com quem estava numa relação havia quatro anos, já tinha arranjado uma nova namorada e se mudado para a casa dela. Antes do acidente, ele morava junto de Brie.

Além disso, depois de ir em busca de mais informações, Duval descobriu que ele não a visitou no hospital nenhuma vez sequer e a bloqueou nas redes sociais. A jovem ficou sabendo do relacionamento por uma mensagem enviada pela atual namorada dele. A mulher lhe pediu que não entrasse mais em contato com ele.

Brie tinha acabado de se mudar para o Canadá e estava longe da família. Sobre o processo, ela conta que foi muito difícil, principalmente por ser durante o auge da pandemia da Covid-19 que impedia seus pais de viajarem para visitá-la.

“Vê-los teria ajudado. Lutei muito, tive uma experiência de quase morte. Eu estava confusa, estava com medo e literalmente chorava todos os dias. Definitivamente era algo que eu nunca mais quero viver novamente e eu não quero ficar longe da minha família novamente” disse ela.

 

Com informações de Yahoo

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.