Causou imensa comoção nesta quarta-feira (25) a morte de Diego Maradona. vítima de uma parada cardiorrespiratória. Quase todas as principais publicações do mundo repercutiram o falecimento do ex-jogador de futebol argentino, além disso, inúmeras personalidades públicas manifestaram seu pesar.

Dentre tantas homenagens nas redes sociais, uma delas chamou muita atenção. A apresentadora Xuxa Meneghel usou seu Instagram para lamentar a morte do ídolo argentino.

“Sinto muito, muito mesmo. Que diós acalme el corazón de la familia [“que deus acalma o coração da família]. Argentina”, escreveu a apresentadora no Instagram, ao lado de uma imagem de abraço que deu em Maradona.

A homenagem postada pela apresentadora fez muitos se lembrarem do conhecido desentendimento entre ela e o ex-jogador no início dos anos 2000. Mais especificamente em outubro de 2005, a Xuca foi entrevistada no programa do craque argentino na TV, La Noche del Diez, em que falaram sobre música, gnomos e a tentativa frustrada de encontro das filhas de Maradona com a apresentadora em 2000.

À época, a imprensa ventilava a história de que Xuxa não teria aceitado a reunião porque não considerava o argentino um “bom exemplo”. Meses antes da entrevista, em agosto de 2005, Maradona havia criticado Xuxa abertamente.

“Quando estive preso, a Xuxa não quis receber Dalma e Gianinna [suas filhas]”, disse. Para piorar a situação, mesmo tendo sido cogitada para participar do programa do ex-jogador, deu entrevista a seu concorrente, Marcelo Tinelli.

“Quando falaram que Tinelli a levaria em seu programa, respondi: ‘então, irmão, que a leve!’. Eu não vou me trair por 10 pontos a mais de audiência. A rainha que tenho dentro de mim, ninguém a elimina”, reclamou Maradona, na ocasião.

No La Noche del Diez, Xuxa e Maradona se encontraram e puseram um ponto final ao mal entendido. Eles ainda fizeram alusões a seus ex-empresários, Marlene Mattos e Guillermo Coppola.

“[Ela] que tomava as decisões, aconteciam coisas que não chegavam até mim”, justificou Xuxa. Maradona respondeu: “Como eu não ia acreditar em você, logo eu, que passei por algo parecido com um amigo em que confiava 250% e me deixou na mão?”

Vale lembrar que, no ano de 1989, quando esteve no Brasil para a disputa da Copa América, Maradona chegou a passar por uma loja oficial de Xuxa para comprar presentes para sua filha.

***
Redação Conti Outra, com informações de Terra.
Foto destacada: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.