Conheça as misteriosas semelhanças psicológicas entre o Ken Humano e Michael Jackson

São pessoas diferentes, datas diferentes, mas algo em suas vidas levou a traços de comportamento semelhantes.

Em primeiro lugar quero que acompanhe o meu pensamento e entenda que nada do que estou escrevendo aqui é uma crítica e sim um conjunto de constatações que podem estar certas ou não, mas que dizem respeito aos extremos de comportamento que algumas pessoas podem alcançar (e os motivos que levam a eles). Por isso eu quero e preciso da sua opinião sincera.

Em segundo lugar, eu gostaria que VOCÊ, querido leitor da CONTI outra, percebesse algumas semelhanças entre:

Michael Jackson, cantou pop americano, falecido em 2009 aos 50 anos, depois de uma vida de excessos e uma busca ininterrupta por um ideal de perfeição estético. Os tabloídes, inclusive, diziam que já no fim de sua vida, Michael usava uma prótese no local do nariz que ele tinha perdido como consequência dos inúmeros procedimentos. Falava-se, ainda, da mudança na cor de sua pele, compras descomunais e dívidas impagáveis, mesmo tendo sido um dos cantores mais famosos e bem pagos do mundo. Sua morte também, segundo divulgado, teria sido fruto de excessos, tendo sido associada a uma parada cardíaca decorrente de medicação para dor usada além de sua tolerância física.

Ainda em vida, Michael sonhava estrelar o filme Peter Pan, pois identificava-se com uma criança que não queria crescer. Em homenagem a esse mundo dos sonhos inatingíveis, Michael Jackson batizou seu famoso rancho como Neverland, local que abrigava um parque de diversões e onde levava crianças com frequência. Também foi acusado por supostos abusos contra crianças, além de ter tido casamentos controversos.

Imagem reprodução

 

Rodrigo Alves, brasileiro de 35 anos, estudou Relações Públicas na Faculdade de Comunicação de Londres. É fluente em seis idiomas: português, inglês, espanhol, francês, alemão e japonês. Residente no exterior e mundialmente conhecido como Ken Humano. De uns anos para cá sempre tem sido destaque na mídia por causa de sua aparência, pelos milhões gastos em cirurgias plásticas e pela busca da perfeição a qualquer preço. Teriam sido mais de 60 plásticas, senso que, só nariz, teriam sido cerca de 10 cirurgias. Dessas cirurgias, 3 teriam sido feitas em um único ano e, como Michael, o risco de perder o nariz se tornou uma realidade. Em julho de 2017, Rodrigo mal conseguia respirar e, novamente, teria que passar por mais operações. Nas últimas notícias, foi destaque por ter removido algumas costelas e por definir-se de uma maneira andrógena. Também costuma dizer que não aceita o envelhecimento.

imagem reprodução

Michael Jackson, nós sabemos, teve uma infância traumática e abreviada, tendo sido muito exigido pelo pai para trabalhar desde muito cedo. Já sobre a infância de Rodrigo Alves não temos muitas informações, mas há notícias em que ele declara ter sofrido bullying por ser diferente.

São pessoas diferentes, datas diferentes, mas algo em suas vidas levou a traços de comportamento semelhantes:

Em psicologia nós sabemos que uma criança que não se sente amada e aceita pode desenvolver inúmeros recursos para tentar suprir esse sentimento de falta sendo que a tentativa exagerada de ser aceita socialmente é uma delas, pois, quando as pessoas dizem que a pessoa está bem, que é bonita, bem sucedida e famosa, isso causa uma sensação de bem estar. O problema acontece, logo em seguida, pois essa sensação de adequação dura um tempo muito curto e, pouco depois, a sensação de que não se é suficientemente bom volta com muita força, gera ansiedade e desencadeia comportamentos para levar a diminuição desse mal estar. Se essas pessoas possuírem dinheiro, como no caso de Michael e Rodrigo, essa ansiedade pode ser canalizada para a mudança corporal.

Imagem reprodução

Como falamos antes, não se pode afirmar que o que aconteceu com Michael e com Rodrigo foi isso, mas as imagens, o número de cirurgias e alguns relatos nos levam a pensar sobre essa perda de limites que pode ser tão perigosa a ponto de, em algum momento, levar a morte.

imagem de Rodrigo Alves após retirada de costelas

Conseguiram me acompanhar até aqui? Então vamos continuar.

Também é interessante comentar com você que uma das maneiras das pessoas suprirem um sentimento de inadequação é dizer exatamente o contrário do que pensam. Logo, muitas pessoas que se acham inferiores e feias são as que mais se esforçam para passar uma imagem de sucesso, beleza e realização. No fundo tudo isso é um teatro que visa o reconhecimento e a aceitação pública. Triste, né?

Só para encerrar, e ESPERANDO ANSIOSA PELA OPINIÃO DE VOCÊS, quero apresentar um trasntorno psicológico que pode estar relacionado aos exemplos dos quais falamos, que é o Dismorfismo.

O Dismorfismo é um transtorno psicológico caracterizado pela preocupação obsessiva com algum defeito inexistente. Sendo assim, a pessoa tem uma opinião sobre si totalmente diferente da opinião das pessoas ao redor e, por pensar diferente e ver-se de forma diferente, ela não aceita argumentações contrárias.

AS PERGUNTAS PARA OS LEITORES SÃO:

1-Vocês acham que Michael Jackson e Rodrigo Alves possuem um problema mental grave?

2- Será que Michael Jackson foi e Rodrigo é apenas uma muito vaidosa, que possui muito dinheiro e todos esses gastos se justificam pela fama e sentimento, mesmo que passageiro,  de estar melhor?

3- Ou, ainda, será que eles Michael foi e Rodrigo é portador de um quadro de dismorfismo?

4- Até que ponto é saudável chegar pela vaidade?

Estou aqui esperando e lerei tudo. Grande abraço

Editorial CONTI outra.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.