Conheça a escola onde as crianças pagam a mensalidade com plástico

Só há uma maneira tentar evitar a destruição do planeta: conscientizando as próximas gerações sobre a importância de preservar o meio ambiente. E uma escola na índia encontrou a melhor maneira para fazer isso, cobrando a mensalidade em itens descartáveis de plástico.

REDAÇÃO CONTI outra

Só há uma maneira tentar evitar a destruição do planeta: conscientizando as próximas gerações sobre a importância de preservar o meio ambiente. E uma escola na índia encontrou a melhor maneira para fazer isso, cobrando a mensalidade em itens descartáveis de plástico.

Toda semana, os jovens alunos da Akshar Foundation School levam para a escola pelo menos 25 itens de plástico, evitando que este material seja descartado no meio ambiente.

A escola foi criada por um casal que vive no Estado de Assam, nos pés da cordilheira do Himalaia. A instituição é mantida por uma fundação, que, por sua vez, vive de doações.

Segundo a fundação, as “mensalidades” pagas com plástico ajudam a estimular um senso comunitário entre alunos, pais e escola. E ajudam também a conscientizar sobre o perigo da queima de plásticos.

“Decidimos coletar plástico de nossos alunos porque tínhamos um problema. Ouvimos relatos deles de que queimavam plástico quase todos os dias nos meses de inverno. Os estudantes faziam isso para se aquecer. Então, tornamos (a coleta) obrigatória”, diz Parmita Sharma, cofundadora da Akshar Forum.

Os alunos também criam “tijolos ecológicos” a partir de garrafas plásticas; e o próximo passo é construir caminhos ligando as diferentes partes da escola.

“Os alunos também estão ficando mais conscientes – agora eles sabem que o plástico é ruim para a saúde; queimar plástico é ruim. Eles estão conversando com seus pais sobre os efeitos nocivos, conscientizando-os”, acrescenta Parmita.


Além disso, muitas dessas crianças desprivilegiadas tinham deixado a escola para ganhar dinheiro, mas aqui encontraram uma maneira de ajudar no orçamento de casa enquanto aprendem.

A escola paga as crianças mais velhas por hora para ensinar as mais novas. À medida que avançam academicamente, seu salário aumenta.

A Akshar Foundation School começou com 20 alunos. Hoje, são mais de 100 estudantes aprendendo nestas cabanas de bambu; e o casal espera agora replicar este modelo em toda a Índia.

É possível prever que os alunos desta escola na índia serão um dia adultos conscientes, que usam com responsabilidade os recursos naturais do planeta, e com um notável senso de comunidade. Ou seja, precisamos de mais projetos como este!

***

Redação CONTI outra. Com informações de BBC

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.