Conheça 7 testes de personalidade

Hoje em dia é possível encontrar variados tipos de testes que permitem definir melhor quais são as suas principais características, habilidades e conhecimentos.

CONTI outra

Você se dedicou ao máximo e criou um currículo capaz de impressionar até o mais exigente CEO. Redigiu também uma impecável Carta de Apresentação, mas travou quando o recrutador quis avaliar na entrevista o seu autoconhecimento. Faltou aí um teste de personalidade.

Hoje em dia é possível encontrar variados tipos de testes que permitem definir melhor quais são as suas principais características, habilidades e conhecimentos.

Por isso, para se aprofundar melhor nesse tema que pode ser decisivo para você encontrar o seu lugar no mercado de trabalho, continue a leitura. Você vai encontrar dicas de testes que irão ajudá-lo a avaliar e a conhecer melhor a sua personalidade.

A importância dos testes de personalidade

Os recrutadores possuem um arsenal de perguntas para avaliar se o candidato possui o perfil compatível com a empresa. Uma das preferidas é “você pode citar os seus pontos fortes e fracos?”

Não é por acaso que muitos candidatos a um emprego ouvem esse questionamento. O autoconhecimento é um requisito importante no mercado profissional.

Conhecer a si mesmo até parece fácil, mas muitos candidatos travam quando chega a hora de falar a respeito dos seus defeitos para o entrevistador.

Alguns candidatos inventam na hora possíveis defeitos. Isso é ruim, pois em vários casos o entrevistador pode perceber que o candidato está mentindo.

Para contornar isso você pode (ou melhor, deve!) se preparar para a entrevista utilizando um teste de personalidade. Vale destacar que tais testes são excelentes recursos para quem ainda quer entrar no mercado, mas não sabe qual carreira seguir.

Dicas de testes de personalidade

Os testes de personalidade são ferramentas úteis para qualquer candidato conhecer com autoridade as suas próprias qualidades, capacidades e também aqueles aspectos que devem ser melhor trabalhados.

Felizmente, hoje em dia é possível contar com testes gratuitos, disponibilizados na web. Vamos conhecer alguns deles?

1 – Signal Patterns

Esse teste é fundamentado nas teorias das psicólogas Katharine Briggs e Isabel Briggs Myers, respectivamente mãe e filha.

Além disso, esse teste também leva algumas pitadas de conceitos baseados nos estudos do famoso psiquiatra Carl Gustav Jung, referentes aos tipos psicológicos.

Briggs e a sua filha elaboraram esse teste durante o período da Segunda Guerra Mundial. Ainda assim ele se mostra eficiente.

O Signal Patterns consiste em um gráfico que apresenta dez quadrantes de tipos de comportamentos e os seus respectivos níveis de intensidade.

2 – 16 personalities

Falando ainda em Jung, há também esse teste que em português é chamado de 16 personalidades.

Ele também tem fundamentação nas teorias do psiquiatra suíço, basicamente nos estudos dos tipos de personalidade.

3 – DISC

Quem acompanha o universo da cultura pop talvez não imagina que dos personagens da “santíssima trindade da DC Comics” (Batman, Superman e Mulher Maravilha), a guerreira amazona foi criada pelo inventor do teste DISC.

William Moulton Marston, psicólogo que concebeu a personagem Mulher Maravilha, foi atuante na área de pesquisa sobre comportamento humano.

Em seus estudos, ele criou o teste de personalidade que analisa algumas características importantes. São elas: a dominância (D), a influência (I), a estabilidade (“s”, do inglês “stability”) e, por fim, a “C”, complacência.

Por meio do conhecimento proporcionado, é possível compreender qual é o seu comportamento diante de várias situações, possibilitando avaliar em quais situações há mais oportunidades para se destacar e quais deverá evitar.

Contudo, é importante salientar que todos os indivíduos são dotados de cada uma das quatro personalidades, porém algumas se sobressaem mais do que as outras.

Além disso, qual característica ganha mais destaque leva em consideração fatores internos e externos, como, por exemplo, a pressão da vida profissional, as experiências no dia a dia e mais uma série de fatores.

4 – IFP

Essa é a sigla para Inventário Fatorial de Personalidade. O objetivo dele é analisar como é o comportamento da pessoa em contextos diferentes.

São eles a persistência, autonomia, agressão, exibição, alteração, afago, deferência, afiliação, ordem, dominância, desempenho, exibição e assistência.

5 – Teste das Cores

Por meio desse teste, é possível aferir importantes dicas acerca da sua personalidade diante da reação ao visualizar cores específicas.

Esse teste foi desenvolvido pelo psicoterapeuta suíço Max Luscher. A ideia por trás dele é a de que as pessoas (exceto as que apresentam algum transtorno de visão) reagem às cores de maneiras diferentes. Essas reações ajudam a definir as características das personalidades.

O teste é realizado baseados nas cores que os indivíduos escolhem. De acordo com o teste das cores, o azul é uma que representa uma maior preocupação com o ego, o verde designa a ação e a vontade de perseverar, enquanto o amarelo representa a preocupação com outras pessoas.

6 – QUATI

Esse é um teste recomendado para avaliar a eficiência na hora de atuar em trabalhos de equipe. O funcionamento dele é simples, pois é baseado nas escolhas que a pessoa efetua. Por meio delas é possível ter uma noção de que tipo de equipe a pessoa vai se adaptar melhor.

O QUATI é um teste que também tem base em teorias do psiquiatra Jung. E para quem atua no setor de Recursos Humanos, esse teste é bastante útil, pois permite selecionar os profissionais mais capacitados para a empresa.

As respostas que o candidato apresenta no teste QUATI levam em consideração a função que o indivíduo exerceria e não a que ele tem a intenção de realizar em determinada situação.

Por essa razão, o teste QUATI é importante no gerenciamento de pessoas, pois ele auxilia na obtenção de uma melhor compreensão do perfil profissional dos talentos de uma organização.

7 – Big Five

De acordo com esse teste, os traços da personalidade de qualquer pessoa são limitados em cinco categorias, não importando o sexo e origem dos indivíduos.

O teste teve origem na década de 70, nos Estados Unidos, mas até hoje é amplamente utilizado para recrutar colaboradores para as empresas.

Não é à toa que o nome do teste é Big Five. O teste aponta que são 5 características que ajudam a definir a personalidade das pessoas. As 5 são:

  • abertura à experiência
  • consciência
  • extroversão
  • amabilidade
  • neurocitismo

A primeira característica, a abertura à experiência, diz respeito a apreciação de atividades artísticas e culturais. Sendo assim, de acordo com o teste, caso uma pessoa demonstre uma inclinação para essa característica, ela terá uma postura voltada para criatividade.

Isso, por exemplo, é um indício de que a pessoa tem um perfil inovador e que poderá se adequar bem no campo das artes e em profissões voltadas para a criação.

Ter autoconhecimento é um ponto importante para quem quer ingressar no mercado de trabalho

É comum que os recrutadores solicitem para os candidatos falarem de forma breve sobre os seus defeitos e as suas qualidades.

Ter segurança para fazer uma autoavaliação das suas habilidades e do seu comportamento é um ponto positivo para conquistar algum cargo em uma empresa, pois é um método válido para o candidato mostrar como vai se adaptar aos valores e a missão da empresa.

Hoje em dia há vários testes que possibilitam obter uma noção precisa das características, auxiliando também a descobrir qual profissão, quais cargos e funções um indivíduo terá mais aptidão em exercer.

Portanto, os testes de personalidade são um artifício seguro e eficiente para avaliar e compreender melhor o seu próprio comportamento.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.