Como os pais deixam as crianças gordas (e como deixar seus filhos saudáveis)

Neste artigo, mostrarei como você tem, inconscientemente, engordado seu filho, porque a obesidade infantil é tão importante e como ajudar seus filhos a se manterem saudáveis.

A obesidade infantil é uma ameaça! E agora mesmo, é tão ruim que uma em cada cinco crianças americanas é considerada clinicamente obesa logo no início da escola primária. [1] E embora esse problema seja mais proeminente em países desenvolvidos e em desenvolvimento, é uma questão de importância global.

Criar crianças gordas não é uma visão bonita e certamente nenhum pai quer que seus filhos estejam com sobrepeso ou obesos. Mas a questão é a seguinte – a maioria das crianças fica gorda por causa de seus pais! [2] Sim… Eu sei que você não queria – mas se seu filho é gordo, você é o maior responsável.

Não há necessidade de se culpar, pois você pode se redimir totalmente – a partir de hoje!

Neste artigo, mostrarei como você tem, inconscientemente, engordado seu filho, porque a obesidade infantil é tão importante e como ajudar seus filhos a se manterem saudáveis.

Então, sente-se e relaxe enquanto eu te conduzo através de passos práticos que o ajudarão a criar crianças saudáveis.

ÍNDICE

  1. Por que a gordura nas crianças é tão importante
  2. Como os pais inadvertidamente deixam seus filhos gordos
  3. Como ajudar seus filhos a se manterem saudáveis
  4. Resumindo

Por que a gordura nas crianças é tão importante

A obesidade infantil não está recebendo tanta atenção sem motivo. Uma criança com sobrepeso ou obesa está em desvantagem óbvia por muitas razões. Aqui estão algumas delas:

Pode causar uma ampla gama de problemas de saúde.

O excesso de peso tem sido associado a muitos desafios de saúde, incluindo diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, asma, [3] dor nas articulações e até distúrbios do sono. [4]

Por estar acima do peso, seu filho tem uma chance maior de sofrer com qualquer uma dessas condições e isso, é claro, é uma notícia muito ruim.

Aumenta o risco de obesidade e mortalidade na idade adulta.

Uma pesquisa mostrou que crianças que são clinicamente obesas têm uma chance significativamente maior de estar acima do peso quando se torna adulta. [5] E, infelizmente, a obesidade também tem sido associada ao aumento da mortalidade, o que significa que as pessoas com sobrepeso tendem a ter um tempo de vida mais curto.

Pode levar a uma baixa autoestima e estigma social.

As crianças com excesso de peso também tendem a ser intimidadas na escola e essa experiência pode ser muito traumática.

À medida que a pessoa envelhece, as experiências negativas de sua infância e o estigma social associado podem resultar em baixa autoestima e até depressão. E em casos muito ruins, pode até levar ao suicídio!

Ok, agora que nós estabelecemos por que as crianças gordas estão em desvantagem óbvia, vamos ver como os pais inconscientemente engordam seus filhos.

Como os pais inadvertidamente deixam seus filhos gordos

Existem muitas “coisas comuns” que os pais fazem diariamente que têm um impacto negativo direto no peso e na saúde geral de seus filhos. Algumas delas incluem:

Ser um mau exemplo

Ok, ouça – como pai, você é um herói para seus filhos! Isso significa que eles observam cada movimento que faz e te seguem como exemplo para tudo. Então, se você é um pai com excesso de peso, está enviando uma mensagem simples para seus filhos – não há problema em ser gordo. E como eles querem ser como você, eles também começam a adicionar peso.

Da mesma forma, as crianças assistem as coisas que você faz (ou não) e tentam imitá-lo. Então, se você é do tipo de pessoa que raramente se exercita e adora comer porcarias, seus filhos provavelmente seguirão o exemplo. Infelizmente, porém, esse estilo de vida resulta em acúmulo de gordura, o que acaba causando problemas de peso.

Ser “muito ocupado para cozinhar”

Sim, o mundo em que vivemos está se tornando cada vez mais acelerado. E se você não for cuidadoso, é fácil considerar atividades, como cozinhar, uma tarefa que desperdiça tempo. Então, você provavelmente prefere pedir a Alexa que peça uma pizza em vez de passar uma hora na cozinha para preparar uma refeição saudável.

Mas o problema é o seguinte – a maioria dos fast foods se qualifica como junk food, o que os torna muito insalubres. E se você está criando seus filhos com uma dieta de pizza, batata frita e sorvete, então pode ter certeza de uma coisa – você vai acabar com crianças gordas!

Manter as crianças ocupadas com a TV

Se você condenar seus filhos a assistir TV ou jogar videogames porque você está “ocupado demais” para atendê-los, eles provavelmente desenvolverão um problema de peso. A TV é ruim por muitos motivos. Para começar, mais tempo de TV incentiva um estilo de vida sedentário, o que reduz diretamente a quantidade de tempo gasto em atividades físicas. [6]

Além disso, assistir à TV por longos períodos de tempo estimula o consumo descontrolado de alimentos não saudáveis, o que resulta diretamente em gordura. Um estudo recente também mostrou que, além do estilo de vida sedentário e dos petiscos induzidos pela TV, a exposição a bilhões de dólares em anúncios de junk food também desempenha um grande papel no aumento do desejo por junk food e, consequentemente, no aumento da obesidade. [7]

Dar alimentos não saudáveis ​​como recompensa por um bom comportamento

Quando você promete dar sorvete ao seu filho como uma recompensa por comer seus vegetais, ele/ela imediatamente tem uma impressão – sorvete é ótimo e legumes são apenas um meio para um fim. E como o seu filho continua vivendo com essa noção, o amor por junk foods aumenta e isso eventualmente leva ao acúmulo excessivo de gordura.

Incentivar as crianças a ficarem em casa

Embora não seja uma boa ideia deixar seus filhos perambulando pelo bairro sem supervisão, é igualmente uma má ideia mantê-los confinados dentro de casa!

Manter seus filhos “trancados” na casa os encoraja a ficarem inativos e isso pode induzir ao ganho de peso.

Como ajudar seus filhos a se manterem saudáveis

Muito bem! Deixando os negativos para trás e avançando – aqui estão algumas dicas práticas que ajudarão você a manter seus filhos saudáveis.

  1. Seja um bom exemplo

Como afirmei anteriormente, o impacto dos pais nas escolhas de estilo de vida de seus filhos é inquantificável. Então, se você quer ajudar seus filhos a manter um peso saudável, precisa começar com você mesmo.

Faça caminhadas e leve seus filhos. Coma refeições saudáveis ​​e deixe-os ver você fazendo isso. Conforme eles veem você – herói deles – fazendo todas as coisas certas, não demorará muito para que sigam o exemplo.

  1. Ofereça refeições saudáveis

Muito bem, isso é muito importante, então preste atenção! Você é o que você come – o mesmo vale para seus filhos.

Comer refeições saudáveis ​​é um passo que você não pode perder se realmente deseja que seus filhos mantenham um peso saudável. Uma boa refeição é o caminho quando se trata de uma alimentação saudável, então você vai querer começar por aí.

  1. Se importe com os tamanhos das porções

Ainda sobre o tema da alimentação saudável, você também deve prestar atenção a “quanto” de comida você dá aos seus filhos.

O estilo familiar muitas vezes deixa as pessoas gordas sem você sequer perceber.

As crianças devem ser encorajadas a comer o que puderem – nem um bocado a mais! Você não deve fazer seus filhos limparem seus pratos, pois isso pode aumentar os desejos de comida à medida que ficam mais velhos – e isso, é claro, pode resultar em problemas de peso.

  1. Desencoraje o consumo de junk foods

Junk foods são ruins…muito ruins! E você precisa passar esta mensagem aos seus filhos de uma maneira muito convincente.

Para começar, você precisa limpar sua despensa e geladeira, e livrar sua casa de porcarias.

Além disso, você também deve encorajar seus filhos a procurar por alimentos saudáveis ​​na escola quando você lhes der dinheiro para lanches.

  1. Faça do exercício regular parte de sua rotina

Então, o negócio é o seguinte – se você está seriamente interessado na saúde de seus filhos, então precisa incentivá-los a se exercitar regularmente.

Percebeu que seu filho gosta de atletismo? Coloque-o na equipe de atletismo da escola. Sua garotinha adora vôlei, converse com o treinador da escola e leve-a para o time de vôlei. Saia para passear, corra pela casa, dê tarefas a eles…

Basta fazer tudo o que puder para mantê-los fisicamente ativos! Isso vai ajudá-los a queimar calorias de forma consistente e manter um peso saudável.

  1. Desligue a TV

Como dito anteriormente, a TV pode ser muito ruim para as crianças. Então, você precisa limitar seu tempo de TV o quanto for humanamente possível.

Recomenda-se que as crianças não passem mais de uma hora assistindo TV por dia. O mesmo vale para os videogames, é claro!

  1. Estabeleça uma hora de dormir

Você pode não saber disso, mas o sono de fato ajuda na perda de peso. Portanto, defina um horário específico para seus filhos e certifique-se de que eles se atenham a ele.

Geralmente, sete a nove horas de sono por noite são recomendadas para crianças. E quando elas começam a dormir melhor, começam a se aproximar do peso saudável.

  1. Verifique o IMC deles regularmente

Se você confia em seus olhos para dizer quando seu filho está engordando, sinto te decepcionar, mas você pode estar terrivelmente enganado.

Então, como uma opção mais confiável, verifique o índice de massa corporal (IMC) do seu filho regularmente. Isso pode ser feito por meio de calculadoras de IMC ou em sua clínica local.

Resumindo

Agora é hora de você colocar todas essas dicas em ação – começando hoje! Se você não tem certeza se seus filhos estão gordos, deve começar verificando o IMC deles.

Depois, precisa banir as porcarias de sua casa, colocar seus filhos em uma dieta saudável, incorporar exercícios em sua rotina e afastar qualquer coisa que possa enviá-los em uma espiral descendente de obesidade.

Você também deve lembrar que você – como pai/mãe – tem uma enorme influência sobre as escolhas de estilo de vida de seus filhos.

Portanto, seja um bom exemplo, mantendo um peso normal. E o resultado final será melhor saúde e felicidade não só para as crianças, mas para toda a sua família.

Referências

[1]^Centers for Disease Control and Prevention: Childhood Obesity Facts
[2]^Live Science: Parents Blamed for Childhood Obesity
[3]^Asthma Research and Study: Asthma and obesity: mechanisms and clinical implications
[4]^Centers for Disease Control and Prevention: Tips for Parents – Ideas to Help Children Maintain a Healthy Weight
[5]^Journal of Nutrition & Food Sciences: Home Environment and Children Obesity: What a Parent has to Do
[6]^Harvard Review: Television Watching and “Sit Time”
[7]^Parents: Fat Kids: What’s Really to Blame?

 

Photo by Jordan Rowland on Unsplash

Tradução CONTI outra. Do original: How Fat Kids Are Made by Parents (And How to Make Your Kids Healthy), de Richard Adefioye

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.