No último dia 22, um homem entrou no clube de jazz Nighttown, em Cleveland (EUA). Aquela era a última noite de funcionamento do estalecimento antes de ter as portas fechadas, temporariamente e de maneira voluntária, para evitar as aglomerações que podem acelerar o contágio da Covid-19. O cliente pediu uma cerveja, pagou a conta e desejou sorte ao proprietário do estabelecimento, Brendan Ring.

Em um post no Facebook, Ring contou que o homem pediu que a gorjeta que ele havia deixado junto com o pagamento fosse compartilhada com todos os garçons.

Ring então olhou para o recibo do cartão de crédito que o homem havia deixado com ele. Quando notou o valor da gorjeta deixada pelo cliente, correu atrás dele, achando que tinha sido um engano.

Questionado pelo dono do clube de jazz sobre o valor da gorjeta, o cliente disse: “não foi um engano, nos vemos de novo quando você reabrir!”

Brendan Ring classificou o gesto do cliente como “inacreditável, mas representativo do quão boas são muitas das pessoas que ele e a equipe do clube de jazz têm conhecido ao longo dos anos.

Ring disse ainda que todos no restaurante estão se sentindo “humildemente gratos por esse gesto incrivelmente gentil e grandioso”.

***
Redação Conti Outra, com informações de Good News Network.
Foto destacada: Brendan Ring em Nighttown / Facebook.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.