Cidade da Austrália usa método muito simples para remover lixo plástico da água

Práticas simples podem fazer uma grande diferença, e quem já entendeu isso e está dando um lição de consciência ecológica ao mundo é a cidade de Kwinana, na Austrália, que está experimentando um método simples e eficaz para evitar que a água seja poluída com um dos maiores vilões do meio ambiente, o plástico.

REDAÇÃO CONTI outra

Práticas simples podem fazer uma grande diferença, e quem já entendeu isso e está dando um lição de consciência ecológica ao mundo é a cidade de Kwinana, na Austrália, que está experimentando um método simples e eficaz para evitar que a água seja poluída com um dos maiores vilões do meio ambiente, o plástico.

Preste atenção ao sistema nada complicado usado na Austrália, que pode ser tranquilamente copiado em outras partes do mundo. O sistema, instalado no verão passado, é chamado StormX e consiste em uma rede posicionada na saída do tubo de drenagem que ajuda a capturar pequenos e grandes detritos e proteger o meio ambiente de contaminação.

Os canos drenam a água das áreas residenciais para áreas naturais, e o lixo que é frequentemente transportado neles, pode se espalhar para o meio ambiente, sem falar que quando ocorrem chuvas fortes, o lixo é arrastado pelos sistemas de drenagem. Daí a necessidade de encontrar uma solução.

A princípio, como teste, foram instaladas duas redes, e os resultados foram surpreendentes. Ao longo de algumas semanas, as redes conseguiram capturar mais de 360 kg de lixo. Não é incrível?

Testada a eficácia do sistema, as autoridades decidiram instalar mais dessas “armadilhas de resíduos” em toda a cidade, com o intuito de minimizar a poluição e os efeitos negativos sobre a vida selvagem e o meio ambiente.

Custo benefício

A instalação e a fabricação dessas redes custam cerca de 6.000 euros cada, mas o sistema economiza dinheiro em outras frentes. Por exemplo, a cidade reduziu as despesas para a remoção manual de detritos dos tubos de drenagem.

“As redes reutilizáveis do tipo comercial fazem a captura completa dos poluentes maiores e de até 5 mm, incluindo materiais orgânicos (como folhas) que poderiam reduzir os níveis de fósforo e nitrogênio em nossa água. Esta solução econômica para lixos e detritos no escoamento de águas pluviais é altamente eficaz para um ‘primeiro descarte’”, explica a empresa que os criou.

Quando estão saturadas, as redes de lixo são levantados e os detritos são jogados em caminhões especiais e transportados para os centros de triagem. Lá, o material é separado em reciclável e não-reciclável, e depois tratado. As redes são então reinseridas nos tubos de drenagem e continuam a fazer seu trabalho.

O meio ambiente pede socorro, e medidas precisam ser tomadas urgentemente, então por que não copiar o método de limpeza residual aplicado em Kwinana? É simples e já foi testado. Fica a dica!

***

Com informações de Green me

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.