O fenômeno Perseidas é uma chuva de meteoros que terá seu auge nesta quarta (11) e quinta-feira (12). De acordo com a NASA, observadores no hemisfério norte poderão ver o fenômeno, que produz de 50 a 75 meteoros por hora, com mais facilidade.

A chuva de meteoros não será visível no hemisfério sul, ou seja, em cidades localizadas abaixo de cerca de 30 graus na latitude sul, do Rio Grande do Sul para baixo.

Uma transmissão do fenômeno ocorrerá nos canais oficiais da Nasa.

Foto: Amir Cohen/Reuters

Perseidas não é um fenômeno novo, ele ocorre todos os anos. Entre os meses de julho e agosto, a movimentação da Terra em rotação, faz com que o planeta encontre destroços deixados pela passagem do cometa Swift-Tutle

O nome ‘Perseidas’ foi dado à chuva de meteoros em homenagem a constelação de Perseu, uma vez que os especialistas acreditam que estrelas cadentes irradiem desta constelação.

O pico de quantidade de meteoros ocorrerá na quarta-feira (11), das 16h às 19h no horário de Brasília. O melhor período para vê-los, no entanto, é entre meia-noite e o amanhecer.

Para uma melhor visualização do fenômeno é indicado lugares com o mínimo de luz artificial. Pegue uma xícara de café e aproveite esse show de luzes naturais!

Com informações de G1

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.