Graças ao seu papel em “The Mother of Blues” – seu último filme gravado após nos deixar por conta de um câncer em 2020 – o ator recebeu seu primeiro prêmio póstumo. Sua esposa, Taylor Simone Ledward, recebeu o reconhecimento e deu-lhe uma mensagem sincera: “Meu amor, você conseguiu”.

A edição de 2021 do Globo de Ouro foi realizada neste domingo com uma versão totalmente virtual, porém a magia não faltou durante toda a cerimônia e os momentos emocionantes percorreram todas as redes sociais. Um deles foi o prêmio concedido ao falecido ator Chadwick Bosemam.

Twitter @goldenglobes

Triunfando na categoria de Melhor Ator Dramático por seu papel no filme “La Madre del Blues” , ele recebeu este Globo de Ouro honorário, que não só destaca seu papel neste filme, mas sua carreira como um todo após seu falecimento.

Boseman, que partiu em agosto de 2020 aos 43 anos, demonstrou mais uma vez seu talento em “The Mother of Blues”, um filme ambientado na década de 1920 em que interpreta Levee Green, um talentoso e ambicioso cornete de uma banda contratada. No filme ele contracenou com Viola Davis, que interpretou Gertrude “Ma” Rainey.

O filme, que estreou na Netflix em novembro, foi aclamado pela crítica – especialmente pelas atuações de Davis e Boseman – assim como pelos figurinos e vários detalhes de produção. Entre as indicações esperadas, o ator ganhou seu merecido Globo de Ouro em reconhecimento ao seu trabalho.

Netflix

Taylor Simone Ledward é viúva de Chadwick Boseman e que, por meio de uma conexão virtual, apareceu para receber o prêmio de seu falecido marido e para emocionar o público durante a cerimônia de premiação.

Com um discurso sincero, ela agradeceu em nome do amor de sua vida: “Ele agradeceria a seus pais, seus antepassados, seu elenco, seus amigos, os seus. Ele diria algo lindo, algo inspirador, algo que inspiraria a voz dentro de nós que nos diz que podemos, para seguir em frente. O que nos remete ao que devemos fazer, aqui, agora”, começou.

Golden Globes

“Ele agradeceria Densel Washington, muitas pessoas, a Netflix. Agradeceria Viola Davis, Glynn Turman, Michael Potts, Taylor Page, e eu não tenho suas palavras. Mas temos que aproveitar os momentos necessários para comemorar ”, continuou.

“Obrigado à associação de imprensa estrangeira por este momento e esta oportunidade. Meu amor, você conseguiu, muito obrigado”, finalizou.

Getty Images

Lembremos que Boseman faleceu no ano passado em sua residência em Los Angeles, devido a complicações derivadas de um câncer colorretal diagnosticado em 2016 e que ele manteve em segredo do público e até da indústria cinematográfica.

Sua partida foi uma grande surpresa e muitos vão se lembrar dele por seu aclamado papel como “Pantera Negra”. Sem dúvida, este prêmio será um dos muitos reconhecimentos póstumos de sua carreira. Viva o Rei de Wakanda!

 

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.