Na tarde desta quinta-feira (6), o influenciador Carlinhos Maia se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter depois de dividir com os seus mais de 21 milhões seguidores uma decepção vivida por ele.

Carlinhos contou que presenteou um homem em situação de rua com um celular avaliado em R$ 12 mil e que, momentos depois de ter gravado a entrega do presente, descobriu que o homem tinha vendido o aparelho para uma outra pessoa, por R$ 1.500. Num primeiro momento, ele gravou um vídeo, com a ajuda de uma seguidora do influenciador, para dizer que tinha sido roubado. Depois, assumiu que vendeu o telefone.

O influencer detalhou a história no Instagram: “Não sei se rio ou se choro. A mesma pessoa que fez o vídeo assumiu pra ele depois que vendeu, entendeu? Por R$ 1.500. Só que tinha muita gente em volta dele, estava cheio de carro em volta, o pessoal querendo comprar o telefone, porque é um telefone de R$ 12 mil”, contou.

“Só não precisava mentir, né? Mas vamos continuar acreditando no ser humano. Cansado. Mas deixa pra lá, já foi. A gente não sabe a vida que ele passou, como que está, que tipo de sofrimento… Já foi. A nossa parte a gente faz, é isso que importa. Eu já justamente pra ele vender mesmo. Mas tudo bem, não tem problema, que Deus abençoe”, completou.

As reações à história contadas por Carlinhos Maia no Instagram foram as mais diversas. “Óbvio que o cara ia vender, melhor comida no bucho que celular caro na mão”, comentou uma seguidora. “Se fosse eu que tivesse ganhado o iPhone do Carlinhos Maia eu tinha vendido também, mas pelo menos por 10 mil”, postou outra. “Não paro de rir com a história do Carlinhos Maia”, escreveu mais uma. “Eu não to crendo que o cara vendeu por 1 mil reais”, disse uma internauta.

***
Redação Conti Outra, com informações de R7.
Foto: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.