Cãozinho participa de fila e impressiona por respeito ao distanciamento social em meio à pandemia

Se até o cãozinho consegue….

REDAÇÃO CONTI outra

Ficar em casa e respeitar o distanciamento social são medidas-chave para impedir a disseminação do COVID-19 . No entanto, parte da população mundial ainda está tendo dificuldades para se acostumar a essa realidade.

Um simpático cachorrinho da cidade de Machu Picchu tornou-se uma sensação nas redes sociais por dar o exemplo no que se refere ao respeito pelas normas de prevenção na pandemia.

O animal foi visto no meio de uma fila para comprar comida, sentado nos espaços designados para as pessoas e respeitando o distanciamento social contra o coronavírus. A cena mostra como o cão “espera” sua vez em seu espaço sem criar confusão, diferentemente de muitos humanos que temos visto por aí.

Facebook Shirley Vergara

A fila que o cão participou é pára a La Bodeguita Municipal, uma espécie de mercearia localizada na Plaza Manco Cápac. Os habitantes do local fizeram fila na avenida Pachacúteq para adquirir necessidades básicas, segundo o Diário Correo.

A fotografia foi compartilhada por Shirley Vergara nas redes sociais, onde o cão recebeu vários elogios, destacando principalmente sua “civilidade” e o cumprimento das ordens.
“Olha, até o cão respeita o distanciamento social e não fazemos nada”, “Que cãozinho fofo, se fôssemos todos nós assim, as coisas seriam diferentes”, “Bom garoto, você é um orgulho para a Nação”, foram alguns dos comentários.

El Confidencial

O Peru está passando por um momento difícil em relação à pandemia, registrando mais de 200.000 infectados e 7.056 óbitos. Cusco está no meio da fase 3, de acordo com o último relatório local.

***

Redação CONTI outra. Com informações de upsocl

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.