Cão enlutado ainda deixa sua cama livre para seu melhor amigo que se foi

O cãozinho Harry perdeu há um ano o seu amigo George. E ainda hoje ele deixa vago o espaço na caminha que o seu melhor amigo ocupava, como se esperasse que ele fosse voltar. E ainda há quem duvide do amor que um cão pode carregar dentro do coração!

REDAÇÃO CONTI outra

Muitas pessoas não fazem ideia do tamanho do amor que pode caber dentro do coraçãozinho de um cão. Eles são capazes de amar como poucos conseguem; com pureza e devoção. Tudo o que eles mais querem é estar perto daqueles a quem escolheram amar, então, quando perdem esse alguém, podem enfrentar uma profunda tristeza. E esse parece ser o caso de Harry, que perdeu seu amigo George e hoje enfrenta o luto.

A dona de Harry e George é Caitlin Wyanne. Ela conta que os dois cães cresceram juntos e não se desgrudavam para nada. Mas há um ano George se foi, deixando seu companheiro desolado.

“Levamos Harry ao veterinário conosco quando George teve que ser sacrificado, e eles ficaram lado a lado o tempo todo”, disse Caitlin, que mora no Reino Unido, ao The Mirror.

E, mais recentemente, uma cena comovente chamou a atenção de Caitlin, a ponto dela registrar o momento em foto e postar nas redes sociais. Harry estava dormindo na sua caminha deixando vago o espaço que antes Harry ocupava, como se os eu amigo fosse voltar a qualquer momento.

“Estou chorando [agora] … ele sempre deixou George dormir lá. E [George] morreu há quase um ano e o espaço dele na cama ainda está lá”, escreveu Caitlin Wyanne no Twitter.
Sim, o luto é um processo muito difícil de se enfrentar, mesmo para os cães.

***
Redação CONTI outra. Com informações de sunnyskyz.com

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.