Canadá busca um milhão de pessoas que queiram se mudar para trabalhar no país

Atenção, a dica seguir destina-se a você que tem o sonho de viver e trabalhar no Canadá.

REDAÇÃO CONTI outra

O governo do país da América do Norte recentemente anunciou que aceitará um milhão de imigrantes nos próximos três anos. Então essa é a sua chance!

Ahmed Hussen, ministro da Imigração do país, revelou em seu Relatório Anual ao Parlamento sobre Imigração de 2018, sobre os planos do governo de aceitar 1 milhão e 80 mil novos residentes que estivessem dispostos a permanecer no país de 2019 a 2021.

Em 2017, 286 mil pessoas foram recebidas como residentes permanentes.

Hussen, que chegou ao Canadá como refugiado somali, disse o seguinte:

“O Canadá recebeu inúmeras contribuições de imigrantes e seus descendentes, portanto, nosso sucesso no futuro depende de suas boas-vindas e sua integração.”

Estima-se que uma em cada cinco pessoas que vivem no Canadá tenha nascido fora do país, enquanto desde 1990 mais de 6 milhões de imigrantes chegaram.

De acordo com especialistas, a imigração ajuda a fortalecer a economia canadense, já que o imigrante médio é jovem e contribui para enfrentar os desafios do envelhecimento da população.

Espera-se que a proporção de trabalhadores para a aposentadoria atinja em 2036 a 2 para 1, comparando com 4.2 para 1, que foi em 2012.

Aproximadamente 48% das metas mais altas de admissões para 2021 serão incluídas nos programas econômicos, de modo que as lacunas nas habilidades existentes no campo de trabalho possam ser cobertas.

Se você já se animou com a ideia, saiba que, para conseguir viver no país é necessária uma bagagem profissional.

Em termos de políticas de imigração, o Canadá é um líder mundial, bem como um Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados.

***

Com informações de Curiosidades da Terra

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.