Nós nem sempre nos atentamos que existe, em todas esferas sociais, uma cadeia de dependência. Assim, caso uma das etapas seja interrompida, as outras sofrerão com isso também.

É o que acontece tanto com pessoas que estão em situação de ruas quanto com os animais abandonados. Nós não estamos os comparando e muito menos os colorando no mesmo nível de importância, mas o fato é que eles estão lá e, diariamente, dependem da caridade dos comércios e das pessoas do seu entorno para sobreviverem.

Por causa disso, diversas campanhas na web estão alertando para a necessidade de olharmos por quem depende de nós nesse momento.

Nós não mencionaremos nenhuma campanha específica aqui porque acreditamos que o alerta geral pode trazer até mais benefícios, uma vez que qualquer um de nós pode estar atendo e ajudar quem está mais perto de si. Conhece um morador de rua perto de você? Ajude. Sabe de um cão ou gato que é “freguês” habitual de um restaurante perto da sua casa? Lembre-se dele e deixe comida em um lugar onde ele pode encontrar!

Devemos nos lembrar que frente a qualquer situação de emergência e necessidade são os pobres e miseráveis quem mais sofrerão.

Faça a sua parte. Não se esqueça de quem mais necessita de ajuda.

Imagem de capa: GMConline, Edu Leporo/Projeto Moradores de rua e seus cães

***

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.