Câmeras de segurança de uma academia do município de Rio Verde (GO) registraram o momento em que uma jovem de 24 anos foi mordida por um desconhecido após esbarrar acidentalmente nele dentro do estabelecimento no último dia 13.

Nas imagens, é possível ver a mulher esbarrando no homem e, em seguida, sendo mordida por ele. O vídeo ainda mostra o agressor rindo e voltando a fazer os exercícios após a agressão.

“Não conheço o homem e não tinha visto ele. O mesmo passou atrás de mim e esbarrou. Quando olhei, me desculpando por atrapalhar a passagem, ele veio para cima de mim. Fiquei sem reação”, relatou a vítima em um post nas redes sociais.

A vítima contou ainda que demorou a chamar os funcionários da academia, pois não teve reação e o suspeito já tinha saído da academia quando ela consultou as imagens das câmeras de segurança.

“Fiz o B.O.; não devemos ficar caladas, espero que a polícia faça algo”, disse a jovem.

O caso foi registrado no dia 13, mas ganhou repercussão nas redes sociais depois que a vítima decidiu, nesta semana, compartilhar o vídeo na internet. Ela afirmou que o agressor teria tentado fazer a mesma coisa com outra mulher da academia. A informação, no entanto, não foi confirmada pela polícia.

Por meio de uma nota, a Polícia Civil de Goiás confirmou que a vítima compareceu à delegacia para relatar a agressão e foi submetida a um exame de corpo de delito em seguida.

“O fato foi flagrado por câmeras de segurança e as imagens tomaram grande repercussão nas redes sociais. O autor, sem qualquer vínculo de amizade ou parentesco, mordeu o ombro da vítima após esbarrarem-se nas dependências da academia”, afirmou a nota.

A polícia também ouviu uma testemunha da agressão. “A testemunha falou que elas ficaram até sem reação, perplexas”, contou ao UOL a delegada responsável pelo caso, Taísa Antonello.

Segundo a investigadora, o homem foi intimado a depor, mas não respondeu às perguntas. “Ele foi acompanhado da advogada e permaneceu calado. Disse que só vai falar em juízo”, afirmou.

Espera-se que ainda nesta semana a última testemunha, um personal trainer da academia, seja ouvido e a investigação seja encaminhada à Justiça.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL.
Capa: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.