Caixa de correio para bebês abandonados na Bélgica recebe uma criança após 2 anos vazia

Por enquanto, o prefeito de Antuérpia, Bart De Wever, cedeu um espaço em sua casa para o menino que chamou de “Finn”. Ele prometeu que nunca lhe faltará nada.

CONTI outra

A “Caixa de correio para abandonar bebês” é uma ideia bastante polêmica que muitos asseguraram dar a oportunidade para alguns pais e mães tenham uma conduta irresponsável para com seus filhos. Mas, para o Estado belga não é assim, pretende-se poder garantir aos bebês um futuro melhor e às mães a oportunidade de viverem a vida que desejam sem prejudicar a de terceiros.

É por isso que em 2019 eles criaram esses espaços, onde as mães poderiam deixar anonimamente seus filhos no comando do Estado.

Iampressionantemente, até agora o primeiro caso não havia sido apresentado, mas recentemente o prefeito de Antuérpia, Bart De Wever, informou que está cuidando de um bebê que foi deixado em uma dessas caixas de correio.

“Por enquanto, sou o guardião deste pequeno milagre. Minhas filhas o chamam de Baby Finn. Nada faltará ao Finnzinho”, comentou o prefeito.

Por meio do Facebook, ele compartilhou uma imagem com o bebê, também uma mensagem que dizia que se a mãe quisesse fazer parte do seu processo de crescimento do menino, ela poderia fazê-lo. Pelo menos ór enquanto, o pequeno ficará nas mãos do Estado e eles ficarão encarregados de encontrar uma família para adotá-lo e dar-lhe todo o amor que ele precisa.

Esse sistema de “abandono” foi criado pela fundação Moeders voor Moeders (De mães para mães), e desde 2000 eles conseguiram acolher cerca de 19 bebês.

A intenção desse processo é que tudo seja feito anonimamente, para que não haja nenhum tipo de julgamento social. A única maneira de saberem de quem é o bebê é a mãe entrar em contato com a fundação.

Eles têm a opção de colocar uma peça do quebra-cabeça ao lado do bebê, para poder identificá-lo no futuro e talvez ser um participante de sua vida. Vale destacar que esta não é a primeira caixa de correio deste tipo na Europa, uma vez que uma delas foi colocada em Bruxelas em 2020, especificamente no distrito de Evere, para além da Suíça e da Alemanha.

A sua intenção é garantir o melhor futuro para estes pequenos, que têm acesso à educação e boa alimentação, para que sejam bons cidadãos no futuro.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Foto de capa: Reprodução/Twitter @ArturoMeggido (Imagem ilustrativa).

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.