Cãezinhos de rua se recusam a ser adotados separadamente. Duas figuras!

Rosa e Bueno foram deixados nas ruas de Gironde, na França, por onde passeavam com seus filhotes. Após serem resgatados, seus filhotes foram adotados, mas eles só aceitam um lar se forem juntos!

Ana Carolina Conti Cenciani

Os cães abandonados muitas vezes encontram a companhia de outros cães na mesma situação. Dessa forma, eles se apoiam para sobreviver e até se tornam inseparáveis. É o caso desses dois peludos, que passaram por todas as dificuldades juntos e não querem mais ficar longe um do outro.

Bueno e Rosa foram encontrados nas ruas de Gironde, na França, e posteriormente acolhidos pelo abrigo de animais “Association Les Poilus du 33“. No entanto, com o tempo, seus cuidadores perceberam que os dois eram tão próximos que era impossível que cada um fosse adotado por conta própria.

Association Les Poilus du 33

Ambos, ao serem resgatados, ficaram ainda com seus filhotes, pois eram uma família que perambulava pela rua. Os filhotes conseguiram encontrar um novo lar com famílias adotivas, mas os dois se recusaram a se distanciar e esperam ser adotados juntos.

Foram alguns moradores do bairro de Charente-Maritime que alertaram o município de Montguyon que esses cãezinhos estavam perambulando pelas ruas, geralmente na frente de uma igreja da região.

Association Les Poilus du 33

“A Câmara Municipal foi solicitada a capturar os cães e cachorros abandonados pelos seus donos, infelizmente não identificáveis, fora da nossa igreja. Após o relatório, eles encontraram dois cães adultos e seus filhotes que estão perambulando há várias semanas”, disse a Câmara Municipal de Montguyon em sua página no Facebook.

Association Les Poilus du 33

“Agentes do município capturaram esses cães em segurança e para a proteção dos animais. Eles não foram identificados. Depois que as fotos dos cães foram liberadas, não demorou muito para receber chamadas de suas futuras famílias adotivas”, acrescentou a entidade municipal.

Association Les Poilus du 33

No entanto, Rosa e Bueno continuam aguardando o lar perfeito, que abram as portas para os dois, pois não aceitam morar separados . Sua família especial chegará!

Association Les Poilus du 33

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.