Grupos de ativistas da causa animal foram recentemente alertados sobre o avistamento de cães abandonados com pelos azuis brilhantes perto de uma fábrica de produtos químicos desativada na cidade russa de Dzerzhinsk. Os grupos suspeitam que os cães tenham sido expostos a produtos químicos perigosos que vazaram da instalação.

A fábrica teria falido em 2015. Quando foi abandonada, animais abandonados conseguiram andar pelo local e podem ter tido contato com substâncias tóxicas que não foram completamente eliminadas do prédio.

Embora ainda não se saiba o que exatamente fez com que os cães atingissem a cor azul brilhante, o The Moscow Times aponta que a fábrica abandonada produzia plexiglass e ácido cianídrico – essencialmente cianeto de hidrogênio dissolvido em água.

Como o nome sugere, o cianeto de hidrogênio é um composto extremamente venenoso, também conhecido como ácido prússico.

O sulfato de cobre é outro provável culpado, pois é um composto inorgânico azul brilhante usado em vários processos industriais. Seja o que for, a principal preocupação atualmente é com o bem-estar dos cães.

“A tinta em seus pelo indica que eles tiveram contato direto ou mesmo ingestão de substâncias potencialmente tóxicas ou prejudiciais”, disse Kelly O’Meara, vice-presidente da Humane Society International, à Newsweek.

“Isso pode resultar em queimadura ou coceira dolorosa na pele ou sangramento interno e doenças que podem levar à morte, sem intervenção veterinária”, ela continuou.

Fotos dos cães divulgadas nas redes sociais mostram que eles estão sendo cuidados e testados com um veterinário local em um abrigo em Nizhny Novogrod, uma cidade a uma hora de carro de Dzerzhinsk.

Estranhamente, esta não é a primeira vez que cães abandonados com pelos azuis brilhantes são vistos nas ruas. Em 2017, cães azuis foram vistos em Mumbai – uma investigação descobriu que a alta poluição das fábricas do rio Kasadi, no distrito de Navi, estava fazendo com que os cães adquirissem uma pelagem com tonalidade azul.

Apesar dos acontecimentos preocupantes que levaram a este avistamento impressionante, há uma boa notícia: o abrigo Nizhny Novogrod já encontrou donos para dois dos cães de cor azul.

***
Redação Conti Outra, com informações de Interesting Engineering.
Foto destacada: Moises Lopez / Twitter.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.