Cadelinha que não pôde ser mãe resolve adotar e amamentar três gatinhos

Cães e gatos são inimigos? Pelo menos não para a cadelinha Rhadija, de 7 anos, que resolveu nos dar uma aula de sensibilidade e amor ao acolher três gatinhos que precisavam de amor materno.

REDAÇÃO CONTI outra

Cães e gatos são inimigos? Pelo menos não para a cadelinha Rhadija, de 7 anos, que resolveu nos dar uma aula de sensibilidade e amor ao acolher três gatinhos que precisavam de amor materno.

Desde que foi adotada, em dezembro de 2011, Rhadija é o animal de estimação da bióloga Alzira Cristhina Bandeira Setúbal, de São Félix do Araguaia (MT). Mas, em abril deste ano, a família aumentou. Isso porque a bióloga resolveu trazer para casa e cuidar de três gatinhos filhotes que tinham sido rejeitados pela mãe.

À princípio, Alzira alimentava os filhotes com uma seringa, até que Rhadija entrou na jogada. A cadelinha começou a ficar inquieta ao ver os gatinhos, demonstrando que se preocupava com eles. Logo ela começou a dar atenção aos filhotes, e daí foi um pulo para que Rhadija deixasse aflorar seu instinto materno e passasse a amamentá-los.

Ao se deparar com a cena, Alzira ficou ao mesmo tempo surpresa e encantada, afinal, Rhadija nunca tinha ficado grávida. Ou seja, a cachorrinha descobriu um jeito de ser mãe, mesmo que a natureza não tivesse permitido isso. Não é lindo?

Além de Rhadija e os gatinhos recém-adotados, a bióloga tem o cachorro Ozzy e quatro gatos: Zayron, Morgana, Zatara e Cérebro.E essa é ou não a família mais linda e “diferentona” que você já viu? Viva a diferença! Viva o amor sem preconceitos!

***

Redação CONTI outra. Com informações de greenme

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.