Cachorrinha arranha caixão em velório tentando acordar a dona

Em dado momento, a cachorra começou a chorar, uivar e arranhar o caixão, como se quisesse acordar sua dona. A cena comoveu todos os presentes.

CONTI outra

Esta é a história comovente de uma amizade forte e verdadeira como não se costuma ver com tanta facilidade por aí. A personagem principal é a cachorrinha Toy, que depois do falecimento da mulher que amava com todo o seu coração, não quis deixar o caixão por um instante sequer.

A mulher em questão era Luzinete, uma senhora muito querida no município de Camaçari, na Bahia. Ela infelizmente perdeu a vida após sofrer um infarto e a notícia deixou sua cachorrinha Toy arrasada.

Ao longo de todo o velório, a cachorra não saía de perto do caixão. Jailson Almeida, que é dono da casa funerária Almeida Camaçari e amigo da família de Luzinete, postou fotos e o relato desta história emocionante.

Quando o caixão chegou ao velório, muitos queriam se aproximar do corpo para uma última despedida, mas tinham que dividir espaço com Toy. Em dado momento, a cachorra começou a chorar, uivar e arranhar o caixão, como se quisesse acordar sua dona. A cena comoveu todos os presentes.

O dono da funerária ficou muito tocado com a situação e fez o post. Ele avalia que o amor de um cachorro é a coisa mais pura, sincera e nobre do mundo.

“Nunca irei comparar a amizade e fidelidade de um animal desse com a falsidade sentimental de certos tipos que chamamos de séries-humanos.”, escreveu ele.

***
Redação Conti Outra, com informações de Manualidades Fáceis.
Fotos: Reprodução/Facebook.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.