A jovem Nathália, de 25 anos, está desaparecida. Ela recebeu uma oferta de emprego na Tailânda que parecia irrecusável, mas acabou se tornando refém de uma quadrilha internacional especializada em tráfico humano.

Segundo informações, assim que Nathália chegou na Tailândia, foi levada para Myanmar, país vizinho, e obrigada a aplicar golpes virtuais. O trabalho consiste em seduzir as vítimas e convencê-las a investir milhares de dólares em criptomoedas, mas esse dinheiro é depositado na conta dos criminosos.

Cerca de 13 brasileiros já foram vítimas dessa quadrilha, que promete um salário de US$ 1500 dólares por mês para trabalhar em um call center. Os jovens são mantidos em um cativeiro dentro de um condomínio sofisticado dominado por uma milícia e os criminosos estão sempre armados com metralhadoras e fuzis.

Veja a reportagem da Record TV sobre o caso:

***
Redação Conti Outra, com informações da Record TV.
Imagem de capa: Reprodução/Record TV.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.