A série House of the Dragon, do canal à cabo HBO, acabou de estrear, mas já lançou sobre os holofotes uma atriz que promete ser a nova sensação de Hollywood. Na pele da protagonista Rhaenyra Targaeryan, Milly Alcock, de 22 anos, mostrou talento e segurança e rapidamente se tornou a queridinha do público. O que muitos não sabem, porém, é que a jovem atriz wue hoje vê seu rosto estampado em cartazes espalhados por todos os lados vivia até pouco tempo atrás uma vida bem parecida com a de qualquer um de nós.

Milly Alcock como Rhaenyra Targaeryan no poster de House of the Dragon. Crédito da foto: Divulgação/HBO.

Em entrevista para o Daily Telegraph, a atriz australiana contou que, apesar de já vir fazendo alguns trabalhos como atriz, em especial na TV de seu país natal, não conseguia se sustentar apenas com a sua carreira artpistica até recentemente. Por isso, ela recorria a outros trabalhos para complementar a renda.

Milly contou que trabalhava lavando pratos em um restaurante, enquanto aguardava sua grande chance. “Nunca imaginei que isso ia acontecer comigo”, disse.

“Eu estava lavando louças em um restaurante, morando no sótão da minha mãe”, revelou. “Esse tipo de coisa não acontece com pessoas como eu, foi tudo muito rápido.”, contou ela.

Milly Alcock em 2019. Ryan Osland/The Australian. Crédito: News Corp Australia.

A atriz disse que estava na casa de amigos, cozinhando o jantar, quando recebeu a ligação de seu agente contando que havia conseguido o papel de Rhaenyra Targaeryan no spin-off de Game of Thrones. “Eu congelei, respirei fundo e perguntei ao meu amigo: ‘Você tem vinho?’. Depois eu liguei para minha mãe.”

Milly disse ainda que largou a escola para tentar a carreira artística. “Era ficar sentada fazendo provas no interior da Austrália ou abandonar a escola, então eu abandonei, até porque nunca fui muito boa naquilo.”

***
Redação Conti Outra, com informações de F5.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.