As tias também são importantes na educação das crianças

Ser tia é mesmo das melhores coisas da vida – logo depois de ser mãe, claro! E eis porquê:

Quando nasce uma criança, esta não muda a vida apenas dos seus pais, mas também de todas as pessoas do resto da família, principalmente das tias. Sim, das tias… e acreditem que eu sei do que falo.

Há pouco tempo nasceu o meu sobrinho, e acreditem que nunca senti tanta alegria como nesse dia. Ainda não o tinha visto e o meu orgulho e amor por ele já era mais do que tudo. Dizem sempre que nós somos “suspeitos” quando falamos que os nossos bebés são os mais lindos do Mundo, mas a verdade é que o meu sobrinho é mesmo a criatura mais linda que eu já alguma vez vi – mas claro, tem a quem sair! 😆

Mas o que eu quero dizer com isto é que, apesar dos pais serem fundamentais na vida de uma criança, as tias também desempenham um papel bastante importante, e estas são algumas das diversas razões que justificam essa importância:

1. Sabem ensinar

São uma parte importante da educação da criança, ajudando no processo de alfabetização, entre muitas outras coisas.

2. Adoram contar os detalhes das coisas

Seja o primeiro, segundo ou o terceiro sobrinho, elas vão dar sempre atenção e carinho, permitindo que as crianças façam as coisas. No fim, adoram contar todos os detalhes.

3. São grandes conselheiras

Quando as crianças crescem, começam a sentir-se menos à vontade para contarem certas coisas aos pais, por isso sempre vão em busca das tias como uma grande alternativa e elas vão ser sempre boas conselheiras.

4. São psicólogas também

Sempre sabem quando os seus sobrinhos estão tristes, incomodados, ou se sentem mal e escutam-nos sempre, dando o seu ombro amigo para os consolar.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.