A dinamarquesa Camilla Guldborg viralizou na internet nos últimos dias aocompartilhar no TikTok um vídeo em que revela que desenvolveu uma herpes grave após dar o primeiro beijo depois um ano. Nos comentários da postagem, a jovem explicou que a outra pessoa não sabia que tinha herpes.

No vídeo, Camilla exibiu marcas de urticárias que surgiram em um de seus braços e na mão causadas pelo uso do remédio. Ela ainda contou que ficou com a garganta inflamada.

O post da dinamarquesa alcançou mais de 8,1 milhões de visualizações no TikTok e levou muitos usuários da rede social a dizer que não beijariam ninguém novamente.

Há dois tipos de herpes – HSV 1 e HSV 2 – que penetram o corpo através da pele úmida da boca, pênis, vagina e reto. Ambos os tipos podem causar herpes labial e herpes genital.

Estima-se que aproximadamente 90% da população mundial tenha o vírus do herpes alojado no organismo. O vírus costuma se manifestar quando a pessoa está com a imunidade muito baixa ou vive uma situação de estresse físico ou emocional. Um sono de má qualidade também pode fazer com que a doença se manifeste.

Segundo o Ministério da Saúde, o tratamento deve ser orientado pelo médico dermatologista. Ele pode ser de uso local (na forma de cremes ou soluções) ou de uso oral, na forma de comprimidos.

Se os episódios de herpes forem muito frequentes, se faz necessário que a imunidade seja estimulada e que os eventos que desencadearam a reativação do vírus sejam evitados.

***
Redação Conti Outra, com informações de Catraca Livre e Veja Saúde.
Fotos: Reprodução/TikTok.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.