Aos amores parceiros: do litrão no bar até a viagem dos sonhos

Você pode procurar ou esperar o amor acontecer na sua vida, mas não importa como ele chegue, se não for parceiro, mas parceiro mesmo, do tipo que encara os perrengues até os planos que fizeram juntos se realizarem, então nem adianta pensar muito: amor não é.

Guilherme Moreira Jr.

Você pode procurar ou esperar o amor acontecer na sua vida, mas não importa como ele chegue, se não for parceiro, mas parceiro mesmo, do tipo que encara os perrengues até os planos que fizeram juntos se realizarem, então nem adianta pensar muito: amor não é.

Às vezes a gente confunde amores com relacionamentos passagens. Relacionamentos passagens nos pegam de jeito, sacodem a nossa rotina e tudo mais, mas na hora do vamos ver, na hora do preciso de você comigo, bom, sabemos o que acontencem com eles. Daí você termina se culpando, ouvindo playlists melancólicas e achando que perdeu o amor da sua vida. Você ganhou é uma oportunidade de encontrar algum amor que valha a pena nesse mundo doído que vivemos.

Eu estou te contando isso com conhecimento de causa e coração. Amor parceiro, esse é o pote de ouro nada impossível de esbarrar. Porque ele fica sem problema. Ele fica porque quer e não pra jogar na sua cara depois. Ele não é romântico, mas recíproco na sua essência e atitude. Amores parceiros encaram o podrão na madrugada, tomam litrão no bar da esquina ou preferem comprar no mercado que sai mais barato. É o amor que curte com você até se cair uma chuva daquelas e ele atravessar a cidade pra te ver sem nem saber como vai voltar pra casa depois. É o amor que, além de sonhar e planejar com você, também corre atrás pra fazer acontecer ou pelo menos tentar realizar cada uma dessas loucuras e viagens que se conversa depois do sex0 ou quando vê algo na rua que faz lembrar você.


Amores parceiros não temem a verdade. Afinal, por que mentir? Por que esconder pensamentos se os sentimentos são tão gentis e sincronizados? Não faz sentido, né? Amores parceiros passam treze horas com você no hospital se for preciso. E sem reclamar ou te culpar por estar doente ou com algum outro problema. Amores parceiros incentivam, torcem, admiram e são os primeiros a te parabenizar quando você conquista uma vitória. E se for uma derrota, o ombro deles é o primeiro e o último a sair do seu lado.

Amores parceiros são uma realidade que poucas pessoas acreditam hoje em dia, mas eu te garanto, eles existem. Reescrevendo e acrescentando o que escrevi acima, sei disso por conhecimento de disposição e gratidão. Amores parceiros duram. Eles podem até ter um fim. Mas até o fim deles é diferente porque acaba sem mágoa e solidão. Acaba porque teve o seu tempo e as pessoas são livres pra percorrerem caminhos opostos. Amores parceiros não acabam na mentira, no uso do outro.

É justamente por todas esses motivos explícitos acima que amores parceiros sentam na calçada pra dividir o litrão e sorrirem em conjunto e harmonia com o futuro. E mesmo que os planos desandem e o mundo deles fique apertadinho de vez em quando, tá tudo bem. Por quê? Porque segurar na mão do outro e publicar fotos nas redes sociais não é satisfazer aparências, mas para compartilhar que dá muito certo quando a gente ama o outro por quem ele é, esteja ele longe ou perto da gente.

Aos amores parceiros, sempre. Saúde!

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Guilherme Moreira Jr.
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"