Às vezes o que mais nos assusta é o inesperado, algo que parece fora do lugar ou mesmo que destoa em um ambiente. Pois foi exatamente o que aconteceu na cidade americana de Pinson, no Alabama, EUA, quando os moradores da cidade se depararam com o Chucky, personagem do clássico do terror “Brinquedo assassino”.

“Chucky” foi fotografado por uma moradora local que o fotografou e publicou nas redes sociais com a legenda: “Queridos pais da criança fantasiada de Chucky, em Pinson, recolham seu filho! Eu quase tive um ataque cardíaco”.

Chucky, na verdade, era o menino Jackson Reed, de 5 anos, que, segundo a mãe em entrevista para a TV local “WHDN”, disse que estava trabalhando quando um colega lhe mostrou as fotos e disse: “Esse tranquilamente seria seu filho”.

Britnee, a mãe, ao se aproximar da imagem percebeu que, de fato, era seu filho e disse que “Ele se veste com fantasias diferentes durante a semana. Ele adora fazer as pessoas rirem”, contou a mãe do garoto.

A reportagem não comenta sobre os riscos da criança estar aparentemente sozinha, andando pelo bairro sem a mãe saber e nem mesmo avalia os riscos de ele causar algum tipo de acidente ou mesmo de ser agredido.

E , você, o que acha desse tipo de brincadeira?

Com informações de G1

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.