Aos 3 anos ele prometeu se casar com ela; vinte anos depois ele se reencontraram e…

Laura e Matt se conheceram na pré-escola e se apaixonaram. "Uma das minhas primeiras memórias é de ter 3 anos de idade, na frente da classe da minha escolinha, declarando que eu iria me casar com ela um dia". Vinte anos depois eles se reencontraram e a vida se encarregou de escrever uma nova e linda história para eles.

REDAÇÃO CONTI outra

Dizem que o primeiro amor a gente nunca esquece, e o melhor exemplo disso é a história de Laura Scheel e Matt Grodsky, que se conheceram ainda na infância, durante a pré-escola, e criaram um laço tão forte que nem o tempo foi capaz de desfazer.

A ligação entre eles é tão poderosa que uma das mais doces memórias memória que Matt tem da infância é de quando ele tinha três anos e prometeu que ainda iria casar com a colega de sala.

“Eu e Laura nos conhecemos na pré-escola. Uma das minhas primeiras memórias é de ter 3 anos de idade, na frente da classe da minha escolinha, declarando que eu iria me casar com ela um dia. Quando éramos crianças, Laura me ensinou a brincar no balanço, a desenhar colinas onduladas e ‘a maneira certa’ de comer queijo de corda. Nós temos memórias preciosas de quando brincávamos de pique-esconde, de correr um atrás do outro no parquinho e de ficar acordados durante a hora da soneca“, escreveu o rapaz num post no Instagram.

Ver essa foto no Instagram


Matt e Laura acabaram perdendo o contato durante o Ensino Fundamental, mas, por sorte, eles acabaram se reencontrando durante o Ensino Médio: “Eu era apaixonado pela Laura quando criança, e eu ainda sou até os dias de hoje. Nos reencontramos por causa de um amigo em comum. Após duas semanas, decidimos virar namorado e namorada“, conta o jovem apaixonado.

“Nós continuamos namorando durante todo o Ensino Médio, mesmo estudando em colégios diferentes. Nós até aguentamos um relacionamento de longa distância enquanto estudávamos em universidade em estados diferentes“, relatou o rapaz.

Então, em maio de 2015, Matt decidiu pedir a namorada em casamento no lugar onde tudo começou: a pré-escola do casal. “O caminho de carro até a nossa escolinha ela ficou me perguntando por que eu parecia tão ansioso. Eu ficava checando o meu bolso quando ela não estava olhando para garantir que a aliança ainda estava lá“, contou o rapaz ao The Huffington Post.

“Eu me ajoelhei enquanto o irmão dela se aproximou, tirando fotos. Ela ficou em choque! Eu fiz uma explicação do porquê eu queria me casar com ela e ela disse sim! Ainda bem“.

A dupla se casou em dezembro de 2016, e a linda história de amor deles até hoje faz alguém suspirar quando contada. Sim, o amor existe!

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

“Laura and I met in preschool. One of my very first memories is of being 3 years old and standing up in front of my pre-school class, declaring that I would marry her someday. As kids, Laura taught me how to ride the swings, draw rolling hills, and the ‘right way’ to properly eat string cheese. We have fond memories of playing hide-and-go-seek, chasing after each other on the playground, and mischievously staying up during nap time. I was enamored with Laura as a child, and I still am to this day. Eventually, we lost touch upon entering our Elementary School days and for the next seven years, our family’s annual Christmas cards was the only way we ever saw each other’s faces. It wasn’t until High School that we reconnected by happenstance through a mutual friend. Within two weeks, we decided to be boyfriend and girlfriend. We continued to date through out all of High School, even though we went to different schools. We even stuck together long-distance while attending colleges in different states. We remained a resilient couple until May 23rd, 2015 when I decided to stay true to my preschool pledge and make Laura my wife. I proposed to her at the place it all began… our preschool classroom.”

Uma publicação compartilhada por the way we met (@thewaywemet) em

***

Redação CONTI outra. Com informações de Veja SP e Bored Panda.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.