Antônia Fontenelle é indiciada por racismo e xenofobia em ataques a Giselle Itiê

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) indiciou a apresentadora Antônia Fontenelle pelos crimes de racismo e xenofobia contra a atriz Giselle Itié, que nasceu no México. O caso teve início a partir de um relato de assédio.

CONTI outra

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) indiciou a apresentadora Antônia Fontenelle pelos crimes de racismo e xenofobia contra a atriz Giselle Itié, que nasceu no México. A notícia foi dada pele jornal O Globo.

O caso teve início quando Itiê revelou ter sofrido assédio por um diretor de novelas ao fazer sua estreia como protagonista na televisão aos 23 anos. Ela não citou o nome do diretor.

A partir daí, Fontenelle se sentiu ofendida pelo fato de que a atriz trabalhou na mesma época em uma novela dirigida por seu ex-marido Marcos Paulo, que faleceu em 2012.

“Volta para o seu país, é o melhor que você faz”, disse Antonia Fontenelle.

Depois das ofensas, Giselle Itié abriu um processo contra a apresentadora. Antônia Fontenelle, então, prestou depoimento na Decradi e, em seguida, acabou indiciada.

De acordo com o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a ex-mulher de Marcos Paulo “manifestou o desejo de fazer um acordo com o Ministério Público para não ser processada”.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL TV e Famosos.
Fotos: Reprodução/Redes Sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.