Os japoneses são conhecidos por serem muito meticulosos e buscarem a perfeição em tudo que fazem, mas não esperávamos que sua sabedoria atingisse campos tão inesperadas como a extração de madeira.

A maioria de nós se identifica com o Japão e as árvores através do bonsai, mas há outra arte japonesa que remonta ao século XIV que é tão surpreendente quanto suas pequenas árvores.

O Daisugi se baseia no uso de uma técnica especial, semelhante à usada para cultivar bonsai, mas com um resultado bem oposto.

Trata-se de uma técnica de silvicultura japonesa em que cedros especialmente plantados são fortemente podados (pense nele como um bonsai gigante) para produzir “botões” que se tornam madeira completamente uniforme, reta e completamente sem ramos.

Em algumas áreas do Japão, é possível encontrar árvores tratadas com a técnica que foram abandonadas após produzir madeira por dois a três séculos, algumas delas com diâmetros de até 15 metros.

Sim, se todos os países adotassem essa técnica, conseguiríamos preservar nossas árvores sem parar de produzir.

***
Redação Conti Outra, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.