Escrevo esse texto para você que está decidido(a) a terminar o seu relacionamento. Não sei ao certo a razão de estar escrevendo isso, mas me senti tocada e tenho certeza de que essa mensagem vai fazer a diferença na vida de alguém, ainda que seja em uma única vida, talvez a sua.

Sabe, eu só quero dizer algumas coisas que penso para que você possa refletir melhor antes de jogar essa história fora. Sei que seu coração está transbordando angústia, sei que não é isso que você quer, sabe por quê? Porque entre vocês, apesar das diferenças, existe muito amor. É diferente de querer romper com alguém porque o sentimento acabou, compreende? Eu peço que repense direitinho. Está decidido(a) mesmo a jogar fora esse sentimento tão intenso, essa admiração incrível e essa química tão gostosa? Por favor, tente achar uma saída para vocês continuarem juntos.

Talvez vocês só precisem se ajustar, aparar algumas arestas, entende? É possível que esse amor tenha um futuro lindo, se vocês se dispuserem a reparar os danos que vocês mesmos causaram a ele. Basta que ambos baixem a guarda, assumam os erros e se comprometam a fazer diferente daqui em diante. Moço(a), o amor é precioso demais para se jogar fora dessa forma. Não deixe o orgulho falar mais alto do que toda a riqueza que vocês sentem.

Acredito que vocês possam se entender e permanecer nessa história. Peça perdão, se for o caso, vista-se de humildade para admitir que feriu o outro; assuma para si e para ele(a) que você ainda está aprendendo a amar e que essa tarefa é, por demais, complexa. Não tenha medo de parecer ridículo(a), assuma tudo o que sente, deixe transparecer a intensidade desse sentimento, fale dos sonhos que vocês sonharam juntos. Pode chorar para ele(a), isso não vai diminuí-la perante ele(a), não é hora de se preocupar com orgulho, ele é mestre em estragar os amores mais fabulosos.

Será que não são pequenas descuidos que foram se acumulando e chegaram nesse ponto? Calma aí, isso pode ser revertido.

Se comprometa, se for o caso, a oferecer a ele(a) a sua melhor versão. Relembre o primeiro encontro, o primeiro beijo, o primeiro “eu te amo”, a primeira noite de amor. Não é humilhante mostrar ao outro tudo o que sente nessas horas. Não é indigno você deixar claro o quanto você vai ficar destroçado(a) com o fim dessa relação, você estará apenas sendo humano(a) e realista. Lute por essa relação, acredito que valha a pena. Vocês se gostam tanto, não acho justo que vocês joguem tanto amor no lixo, isso é um crime. Faça a sua parte, envie esse texto para ele(a) e diga que você gostaria de falar sobre ele. Eu duvido que ele(a) não vai se sentir tocado(a). De verdade, eu estarei aqui torcendo por essa reconciliação.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Sou uma mulher apaixonada por tudo o que seja relacionado ao universo da literatura, poesia e psicologia. Escrevo por qualquer motivo: amor, tristeza, entusiasmo, tédio etc. A escrita é minha porta voz mais fiel.