Anciãos emocionam a todos ao celebrarem seu 70º aniversário de casamento. O amor é verdadeiro e duradouro!

Este veterano da Segunda Guerra Mundial se casou com o amor de sua vida em 1950. Desde então, eles têm aproveitado a vida juntos.

Ana Carolina Conti Cenciani

Entre tantos divórcios que ocorrem hoje em dia, é bom conhecer histórias de amor duradouras e emocionantes. São filmes de romance na vida real que felizmente não acabam e nos permitem acreditar no amor.

Desta vez, contaremos a história de Mel Hughes e Vera, um casal que selou seu amor em 1950 e tem sido feliz desde então.

A foto do casamento deles foi compartilhada nas redes sociais e no mesmo post colocaram imagens atuais. Eles foram virais imediatamente e se tornaram uma inspiração para muitos que desejam o mesmo tipo de vida. Afinal, um relacionamento tão duradouro é inspirador!

Sujata Setia

Mel Hughes é um veterano da Segunda Guerra Mundial de 95 anos, enquanto sua esposa Vera tem 90, dos quais eles estão juntos há 70. Isso é mais da metade de suas vidas e, até agora, eles não expressaram intenção de se separar.

Aparentemente, sua vida em Abergavenny, no País de Gales, é muito tranquila e eles se divertem muito entre diálogos e jogos típicos de sua época.

Sujata Setia

“Eles passaram por muitas provações na vida juntos e ainda assim são um. A maneira como cuidam um do outro, a maneira como brincam … e o mais importante, eles se respeitam. Tudo isso me deu muita esperança de que existe um amor verdadeiro e duradouro. “, conta a fotógrafa Sujata Setia através de seu Facebook.

Segundo uma das netas chamada Laura, a sua avó Vera disse-lhe que foi amor à primeira vista e que quando o viu só queria estar com ele.

Sujata Setia

E a verdade é que ela conseguiu, porque o tempo passou e eles ainda estão juntos, apaixonados e curtindo a vida. É fácil desejar-lhes muitos anos de vida e saúde, para que possam continuar a desfrutar da sua família e do seu tempo a dois.

Ver como eles se abraçam e recriam aquele momento especial que foi seu casamento é ótimo, mostra que eles ainda se lembram dele com carinho. O tempo não passa em vão, são muitas as experiências que eles tiveram e hoje, já com netos, podem conta-las como uma linda história de amor.

Sujata Setia

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.