Amadurecer é aprender que o amor também dá voltas

Amadurecer é aprender que o amor também dá voltas, mesmo quando a gente acha que ele se perdeu. Nem sempre é com o tempo que o amor encontra o seu lugar. Às vezes depende das nossas escolhas, das nossas experiências.

Amadurecer é aprender que o amor também dá voltas, mesmo quando a gente acha que ele se perdeu. Nem sempre é com o tempo que o amor encontra o seu lugar. Às vezes depende das nossas escolhas, das nossas experiências.

A bagagem que carregamos de laços anteriores ajuda a determinar os nossos próximos amores. Se você plantar egoísmos, você colherá pouquíssimos encontros. Se você despertar entendimento e ternuras, você terá o cortejo do recíproco. Abrir os olhos para essa clareza no coração é o que anda ausente em muitos relacionamentos e, por causa disso, grande parte deles perdem o entrelace.

Não é sobre quem tem mais a dizer ou sentir, mas sobre quem está possível para acolher e permitir. É um grau de maturidade que não vem de graça. Leva algumas quedas e dores bem profundas até que você acorde para esse estado. Mas vale a pena, prometo. Nada compensa o sentimento de você se conhecer.

Pode machucar às vezes deixar o próprio amor tão vulnerável mas, quando você finalmente o encara, nenhuma espera por respostas terá tanto peso. Afinal, o seu amor já completou o caminho e agora pode repousar de novo.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Guilherme Moreira Jr.
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"