Alunos da escola secundária Dr. Ángel María Garibay Kintana, na cidade de Toluca, no México, foram aos arredores do campus educacional para recolher doações de alimentos para uma das professoras da instituição, que foi agredida por seu companheiro durante uma aula online.

Os alunos quiseram mostrar seu apoio e solidariedade, depois que a professor foi agredida física e verbalmente durante uma aula virtual de inglês. Os alunos ouviram o homem reclamar do fato de que a professora estava usando o computador, depois disso ouviram os gritos da docente implorando para que a deixasse finalizar a aula.

Após a transmissão de um vídeo do ocorrido, as autoridades de direitos humanos do Estado do México investigaram os fatos e também aconselharam a professora, que denunciou seu agressor. Os alunos logo entraram em contato com a professora para oferecer seu apoio.

Dezenas de jovens chegaram às imediações do colégio com alimentos, produtos de limpeza e outros itens, que posteriormente foram entregues à professora por uma delegação de alunos. Em entrevista ao El Universal, Adrián Flores, ex-aluno do ensino médio, contou que “ela nos pediu discrição, não nos pediu ajuda financeira ou comida, mas decidimos agir assim”.

Além disso, o ex-aluno comentou que outro grupo de jovens está fazendo uma coleta para poder comprar um computador para a professora, pois para eles é importante continuar apoiando a professora, para que ela saiba que não está sozinha e que é uma grande inspiração para todos.

Atitudes como a desses jovens nos fazem acreditar que o futuro certamente está em boas mãos!

***
Redação Conti Outra, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.