O ator e empresário franco-suíço Alain Delon, de 86 anos, vem sendo assunto muito comentado nas mídias depois que seu filho revelou que o pai havia pedido ajuda para realizar o procedimento da eutanásia.

Delon sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) em 2019 e já havia mencionado a possibilidade de recorrer à eutanásia. Agora, o artista tornou o assunto ainda mais discutido.

Foto: Le Segretain

Em seu perfil do Instagram, a equipe do ator publicou um texto emocionante que agradece os fãs de Delon, como uma despedida de um dos maiores atores e galãs da história do cinema.

“Eu gostaria de agradecer a todos os que me acompanharam ao longo dos anos e me deram grande apoio. Espero que os futuros atores possam encontrar em mim um exemplo não só no campo do trabalho, mas na vida cotidiana entre vitórias e derrotas. Obrigado, Alain Delon”, diz o post.

Aposentado desde 2017, Alain Delon chegou a comentar em uma entrevista à TV5 Monde, em 2021, sobre a possibilidade de a pessoa escolher o momento de sua morte. “Sou a favor. Em primeiro lugar, porque vivo na Suíça, onde a eutanásia é possível. Também considero a coisa mais lógica e natural. A partir de certa idade, de determinado momento, temos o direito de partir com calma, sem passar por hospitais, injeções, ou coisas do tipo”.

Foto: Christophe Simon / AFP

Já em uma entrevista mais recente, o filho de Delon, Anthony, trouxe o assunto à tona novamente e disse que o pai pediu que ele o ajudasse com o procedimento de eutanásia em um futuro próximo.

Mais tarde, segundo informações do site Le Point, o filho teria prometido ao ator acompanhá-lo até o fim, seguindo as instruções dadas para o momento de finalizar tudo. Também de acordo com o filho, sua mãe, a atriz Nathalie Delon, também cogitou a eutanásia enquanto sofria com um câncer no pâncreas, do qual morreu em janeiro de 2021. “Felizmente, não recorremos a isso [eutanásia]. Digo felizmente porque tudo estava pronto, tínhamos até uma pessoa [para realizá-la]”, disse Anthony.

Com informações de R7

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.