Adolescente se vacina contra a Covid-19 no lugar de idoso que já faleceu

Um adolescente de 12 anos "furou a fila" e se vacinou contra a Covid-19 em um asilo para idosos, utlizando o documento de um idoso que já faleceu.

CONTI outra

Aconteceu na cidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, uma situação absurda que causou muita revolta. Um adolescente de 12 anos “furou a fila” e se vacinou contra a Covid-19 em um asilo para idosos, utlizando o documento de um idoso que já faleceu.

A fraude só foi descoberta no momento do registro da vacinação, quando o sistema de dados da prefeitura identificou que o idoso já havia falecido. O caso foi comunicado à Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) e repassado à 2ª Delegacia de Polícia. Uma investigação foi aberta para apurar o caso.

De acordo com relatos de testemunhas, o adolescente foi imunizado após usar os dados cadastrais do cartão do SUS e número de CPF de um idoso falecido e que morou no asilo até sua morte. O jovem é filho de uma mulher que foi responsável pela confirmação da identificação dos funcionários e idosos que receberam as doses da vacina.

A mãe do adolescente seria a responsável por passar à equipe de vacinação, ligada à Vigilância em Saúde do Município, a lista com nome, função e CPF das pessoas que estavam no asilo.

A polícia está averiguando se, no momento da vacinação, o adolescente usava uniforme igual aos demais funcionários e máscara, dificultando a identificação.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Foto destacada: Reprodução/Pixabay.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.