22 alimentos que emagrecem- confira a lista e otimize o seu cardápio

Já foi o tempo em que fazer dietas e emagrecer eram sinônimos de "passar fome". Hoje, com um entendimento mais completo de que é possível perder peso de maneira saudável, ficou mais claro que alguns alimentos que ajudam a emagrecer não são necessariamente pouco calóricos, por exemplo. Conheça a lista!

CONTI outra

Já foi o tempo em que fazer dietas e emagrecer eram sinônimos de “passar fome”. Hoje, com um entendimento mais completo de que é possível perder peso de maneira saudável, ficou mais claro que alguns alimentos que ajudam a emagrecer não são necessariamente pouco calóricos, por exemplo.

Alimentos que emagrecem são aqueles que nos deixam saciados por mais tempo, ou seja, que têm uma digestão mais lenta e que incham dentro do nosso estômago quando ingeridos, aumentando o volume sem aumentar as calorias. Além disso, estes alimentos favorecem o trânsito gastrointestinal, isto é, ajudam no funcionamento do intestino, evitando a constipação e facilitando a absorção dos nutrientes.

Estes alimentos são ricos em fibras (solúveis e insolúveis) e/ou gorduras de boa qualidade (mono e poli-insaturadas), assim como vitaminas e minerais. Todos estes nutrientes são responsáveis por nos nutrir e minimizar a sensação de fome, pois quando estamos mal-nutridos, nosso corpo nos sinaliza que está faltando algo e a fome é a forma mais comum, também conhecida como “fome oculta”- Revista Minha Vida

Abaixo, selecionamos uma lista de alimentos que ajudam a emagrecer. Confiram:

Folhosos: ajudam a aumentar o volume das refeições e a ingestão de minerais essenciais sem aumentar as calorias.

Imagem de VictoryRock por Pixabay

Brócolis: O brócolis é um ótimo alimento para emagrecer. Esse vegetal é rico em nutrientes essenciais (cálcio, vitamina C, etc.), fibras, proteínas e ao mesmo tempo possui baixíssimas calorias. Suas fibras proporcionam sensação de saciedade, seus micronutrientes auxiliam a perda de peso e seus fitoquímicos ajudam a eliminar gorduras.

Imagem de congerdesign por Pixabay

Pêra: A pêra é rica em água e fibras, trazendo a sensação de saciedade. Além disso, o açúcar natural da fruta tira a vontade por doces e aumenta o gradualmente o açúcar do sangue, o que ajuda a reduzir a fome.

Para ajudar a emagrecer, ela deve ser consumida cerca de 20 minutos antes das refeições principais.

Imagem de PIRO4D por Pixabay

Vinagre de cidra de maçã: Um estudo feito com japoneses obesos mostrou que 15 mL ou 30 mL de vinagre de maçã ingeridos diariamente durante 12 semanas, reduziu de 1,2 kg a 1,7 kg do peso corporal dos participantes do estudo.

Farelo de aveia: é um alimento riquíssimo em fibras, capaz então de promover maior sensação de saciedade, regular o trânsito intestinal e auxiliar na digestão e absorção de nutrientes

Azeite: O azeite é uma das fontes de gordura mais saudáveis. Um estudo mostrou que o óleo de oliva baixa os níveis triglicerídeos, aumenta o colesterol HDL e estimula a liberação de GLP-1, um dos hormônios que ajudam a manter a sensação de saciedade.

Imagem de congerdesign por Pixabay

Além disso, alguns estudos mostraram que o azeite pode aumentar a taxa metabólica e promover a perda de gordura.

Chá verde: é rico em uma substancia chamada epigalocatequina galato, que atua estimulando enzimas responsáveis por controlar o metabolismo de gorduras

Imagem de congerdesign por Pixabay

Batata doce: Estudos mostram que a batata é capaz de proporcionar significativa sensação de saciedade. E, se você fervê-la e deixar esfriar por um tempo, ela formará grandes quantidades de amido resistente, uma substância semelhante a uma fibra que demonstrou ter vários benefícios para a saúde, incluindo perda de peso. O cuidado é apenas evitar a batata-doce na forma frita.

Imagem de マサコ アーント por Pixabay

Limão: tem ação de reduzir a acidez do organismo, melhorando o metabolismo e auxiliando na eliminação de toxinas do corpo

Imagem de Pexels por Pixabay

Laranja-amarga: A laranja-amarga (Citrus aurantium) é um alimento especial que ajuda a emagrecer principalmente porque possui sinefrina, um estimulante com propriedades similares às da cafeína e da efedrina, que atua aumentando o metabolismo, o gasto energético e suprime o apetite. A polpa da laranja-amarga é tônica e alcalinizante, o que a torna benéfica para pessoas com problemas no fígado; porém os diabéticos devem ter cautela ao consumi-la.

Chia: suas fibras têm a capacidade de absorver muita água, transformando-se em uma espécie de gel. Essa característica tem ação de aumentar a sensação de saciedade

Imagem de ValeriaJa por Pixabay

Pimenta: Um estudo mostrou que a capsaicina diminui o desejo de comer. Outros estudos mostraram que a ingestão dos capsioides das pimentas está associada à perda de gordura da região abdominalà perda de peso e à prevenção de ganho de peso.

Imagem de Couleur por Pixabay

Gengibre: O gengibre é ótimo para dar sabor aos pratos, esquentar o corpo num dia frio na forma de chá, aromatizar a casa e tratar da dor de garganta. Mas o que nem todo mundo sabe é que o gengibre também pode aumentar o metabolismo em cerca de 20%.

Imagem de Couleur por Pixabay

Nozes: Um estudo publicado pelo Archives of Internal Medicine mostrou que, desde que não sejam consumidas em excesso, as nozes têm efeitos benéficos sobre o humor e podem promover a eliminação de gordura abdominal. As nozes são alimentos que ajudam a emagrecer devido, principalmente, à presença de fibras, proteína e teor de gordura de boa qualidade, o que ajuda a aumentar a sensibilidade do corpo à insulina e contribui para a eliminação de gordura.

Imagem de marijana1 por Pixabay

Farinha de maracujá: por ser originada do maracujá, é uma farinha de baixíssima caloria e baixo índice glicêmico. É também rica fibras, capaz de promover maior sensação de saciedade, regular o trânsito intestinal e auxiliar na digestão e absorção de nutrientes

Linhaça: O consumo dessas pequenas sementes brilhantes e aromatizadas tem sido associado a menores índices da massa corporal, principalmente em mulheres na pós-menopausa. Para usufruir de seus benefícios é recomendado consumir uma colher de sopa de linhaça moída todos os dias, adicionando-a a cereais, pratos e saladas.

Imagem de alexdante por Pixabay

Alcachofra: alimento de baixo valor calórico e rico em propriedades medicinais protetoras do fígado

Imagem de Birgit Böllinger por Pixabay

Abacate: De acordo com um estudo, as pessoas que consomem abacate se sentem mais saciadas e têm menos desejo de comer nas cinco horas seguintes à refeição; um ótimo motivo para incluir o abacate na sua lista de alimentos para emagrecer.

Imagem de Jill Wellington por Pixabay

Ovo: é uma ótima opção de fonte de proteínas e gorduras boas. Não extrapole no sal e óleo, para que ele não perca suas características benéficas

Imagem de Pezibear por Pixabay

Canela:  A canela é um alimento termogênico, tendo o efeito de aumentar o metabolismo do organismo e estimular a queima de gordura.

Imagem de Дарья Яковлева por Pixabay

Óleo de coco: é rico em uma gordura chamada TCM, que em quantidades adequadas, é muito benéfica para o nosso organismo, auxiliando na redução do colesterol ruim (LDL) e no aumento do colesterol bom (HDL).

Imagem de moho01 por Pixabay

Chá de Hibisco: Além de saboroso, o chá de hibisco é uma bebida que ajuda a emagrecer. Isso porque ele é baixo em calorias e diurético, o que ajuda a liberar toxinas e excesso de fluidos no corpo. Um estudo publicado na revista Food & Function mostrou que o consumo do extrato de hibisco pode reduzir obesidade, a gordura abdominal e melhorar danos causados ao fígado em indivíduos obesos. Pesquisas publicadas na revista Medical Hypotheses também sugerem que o chá de hibisco pode ser uma alternativa natural de perda de peso.

***

Nota da página: As sugestões acima não necessariamente se ajustam a todas as pessoas. Sugerimos a avaliação de um profissional para que as adições mais corretas ao seu estado de saúde e peso possam ser feitas.

***

Com informações de Minha Vida , Ecycle e Tua Saúde

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.