10 sinais que o seu corpo emite para forçar você a realizar mudanças em sua vida

O nosso corpo é um verdadeiro mapa da nossa alma. E, muitas vezes, ele praticamente GRITA para nos alertar de que algo não vai nada bem.

Ana Macarini

O nosso corpo é um verdadeiro mapa da nossa alma. E, muitas vezes, ele praticamente GRITA para nos alertar de que algo não vai nada bem.

Acontece que vamos sendo engolidos pela demanda do dia-a-dia e, mesmo sem perceber, acabamos ignorando as mensagens do corpo.

Portanto, preste atenção a estes sintomas; seja mais afetivo e carinhoso com seu corpo… a alma agradece!

1 – Desconforto na região abdominal, na altura da cintura: significa que você precisa rever a sua relação com o dinheiro; ou você ganha menos do que merece ou até ganha o suficiente, mas está com a energia da prosperidade bloqueada e fica numa situação estranha, na qual parece que o seu dinheiro vai pelo ralo.

2 – Tensão nos ombros: este é o sintoma clássico daqueles que literalmente carregam o mundo nas costas; preocupam-se com os problemas de todos e carregam em si a ilusão de que são capazes de resolvê-los. Pare de brincar de super-herói!

3 – Queimação ou pontadas nos tornozelos: este é o mal físico daqueles que têm muita dificuldade em acreditar em seus sonhos; são pessoas que têm medo de ousar e, por isso, correm o risco de passar muito tempo estagnadas em uma situação que está longe de ser a mais feliz. Desapegue-se da segurança exagerada!

4 – Mãos doloridas: quem sente este tipo de dor sabe o quanto pode ser incômodo! Este é um sintoma que aflige aqueles que sentem abandonados pelos amigos; sentem-se solitários com seus problemas e parecem pouco importantes aos olhos dos outros. Valorize-se antes de tudo! Amigos são transitórios… seu amor próprio, não!

5 – Dores de cabeça com hora marcada: esta dor é uma bênção, pode acreditar! Ela aparece como um verdadeiro despertador, para lembrar você de que é impossível ter o controle de tudo e de todos. Você não é onipresente, onisciente e onipotente! Aprenda a dividir tarefas e responsabilidades! Aprenda a delegar!

6 – Dor nos joelhos ou joelhos rangendo: os joelhos são o nosso ponto de equilíbrio, são eles que amortecem o peso físico e também garantem a nossa firmeza ao caminhar. Joelhos doloridos indicam que você anda precisando exercitar a humildade e aprender que ter paz é muito mais importante do que sempre ter razão. Relaxe!

7 – Pescoço enrijecido ou dolorido: o pescoço é a nossa estrada entre a razão e a emoção. Pescoço dolorido indica ressentimentos e mágoas acumuladas. Lembre-se… a falta de perdão ancora você à pessoa que lhe causou mal. Perdoar não significa querer ter a pessoa por perto, significa tirar a pessoa de dentro de nós! Deixe ir! Liberte-se!

8 – Aquela dor que anda pelo corpo: sabe quando parece que você levou uma surra, ou que foi atropelado por um caminhão?! Pois é… este é um sintoma de que você vem assumindo coisas demais; vem querendo abraçar o mundo com as pernas! É hora de olhar para suas atribuições e aprender a priorizar! O que é MAIS IMPORTANTE para você neste momento? Pois foque nisso… o resto é o resto.

9 – Câimbras ou dores na batata da perna: este é desconforto daqueles que andam muito rígidos em suas ideias. Nem tudo é preto no branco, meu amor! Há inúmeros tons de cinza. Aprenda a relativizar as coisas; ser radical rouba de você a chance de conhecer coisas novas, gente nova e principalmente, rouba de você uma vida nova!

10 – Dor nas costas: nossas costas são um verdadeiro termômetro emocional. Se a dor for na parte de cima – na região cervical -, indica carência afetiva. Dor no meio das costas é medo de ser traído ou enganado – tipo uma facada pelas costas. Já a dor na região lombar, indica preocupação com os bens materiais ou medo de não dar conta de todas as atribuições.

O fato é que, se fôssemos um pouco mais atentos a estes sinais, evitaríamos que uma série de problemas e até mesmo doenças mais graves se instalassem em nossas vidas. Cada parte do nosso corpo tem relações estreitas com as emoções e eles – corpo e emoções -, dialogam com muita intimidade. Aprendamos a fazer parte dessa linda conversa!

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Ana Macarini
"Ana Macarini é Psicopedagoga e Mestre em Disfunções de Leitura e Escrita. Acredita que todas as palavras têm vida e, exatamente por isso, possuem a capacidade mágica de serem ressignificadas a partir dos olhos de quem as lê!"