Tirinha sobre a importância de manter traços da infância em nossa vida adulta

Crescer, abandonando a criança que existe dentro de nós, é ir deixando ao longo do caminho os pedaços mais valiosos do nosso coração, das nossas almas, enquanto seguimos para o mundo adulto.

E não raro fazemos isso. Deixamos de nos permitir a alegria do encantamento com as pequenas coisas. Achamos que o que vale são números bancários, estimativas econômicas, metas financeiras com prazos a perder de vista…

E, quando bem observamos, a vida já perdeu a cor, a alegria, o deslumbramento. E o menino de aquarela que fomos não mais se reconhece no adulto acinzentado que somos. Nesse momento, é urgente regressar ao jardim da infância da alma, onde o mundo, acredite, é muito mais divertido!

Nara Rúbia Ribeiro, colunista CONTI outra

f0da79ea7fd6a7175bf4b0dfd563d482

Fonte da tirinha: Sushi de Kriptonita

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS