“#Somos todos Baga?” Será que essa pega?

Não bastasse a profunda dor causada pelo terrorismo em solo francês, mais de dois mil nigerianos foram vítimas, na cidade de Baga, de ato terrorista praticado por radicais islâmicos. O massacre se deu, conforme afirma a Anistia Internacional, no dia 8 de janeiro, enquanto o mundo voltava os seus olhos para a França.

Afirmou o responsável pelo distrito, Baba Abba Hassan, que a maioria das vítimas são crianças, mulheres e idosos que não conseguiram fugir quando o grupo terrorista invadiu Baga, com granadas e fuzis.

Até a data de ontem, as centenas de corpos ainda estavam espalhados pela cidade, posto que, pelo elevado número, foi impossível ao povo e às autoridades providenciar os enterros.

Então, pergunto: Será que a comunidade internacional se mobilizará, comovida, também em defesa dos mortos na Nigéria? Ou será que a dor de milhares de pessoas só merece holofote quando as vítimas são brancas, cultas e faz parte do dito “Primeiro Mundo”?

O grupos radical islâmico Boko Haram tem cometido uma série de atentados na Nigéria
O grupos radical islâmico Boko Haram tem cometido uma série de atentados na Nigéria

Fonte:  Vermelho

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS