O filho de um dos terroristas do World Trade Center que escolheu a paz

Se você for criado em dogma e ódio, será que consegue escolher um caminho diferente?
Zak Ebrahim conseguiu. Ele tinha só sete anos quando seu pai ajudou a planejar o bombardeio de 1993 ao World Trade Center em 1993.
O atentado com um carro bomba –  que matou 6 pessoas e feriu mais de mil – aconteceu antes da grande catástrofe que derrubou as torres gêmeas em 11 de setembro de 2001.
A história de Zac é chocante, poderosa e inspiradora.

“Na escola, eu mantive em segredo a minha identidade pra evitar tornar-me um alvo”, desabou no vídeo revelador.

A escolha pela paz

Zac conta que passou a ser tolerante e entender as diferenças, os preconceitos que o radicalismo não enxergava. E mais: tornou-se amigo e aprendiz de um judeu.

Num depoimento emocionado e de arrepiar Zac fala sobre o desabafo da mãe: “Estou cansada de odiar pessoas.”

A revista Superinteressante publicou a história de Zac Ebrahim no 13º aniversário dos ataques de 11 de setembro em parceria com o TED – que é uma organização sem fins lucrativos dedicada à difusão das idéias, geralmente sob a forma de palestras, poderosos curta (18 minutos ou menos).

Zak Ebrahim também está lançando um livro, “The Terrorist’s Son: A Story of Choice?” – “O Filho do Terrorista: Uma História Sobre Escolhas”, em tradução livre.

É a primeira obra do TED Book em parceria com a editora Simon & Schuster.

Veja a história emocionante de Zak que renunciou às crenças da família ao se negar fazer parte da violência:

(Tradução: Gustavo Rocha. Revisão: Tulio Leao)
Com informações da Superinteressante.

Via: Só Notícia Boa

Você achou esse conteúdo relevante?

Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS