Ninguém pode alegar ter sucesso sozinho

Leymah Gbowee, a ativista liberiana que ajudou a dar fim à Segunda Guerra Civil da Libéria, discute a percepção do “eu fiz sozinho”, que torna a contemporaneidade um período de individualismo ilusório. Para Gbowee, Prêmio Nobel da Paz, a ideia de ter alcançado algo sozinho representa uma falta de pensamento crítico sobre as situações e sobre todas as pessoas que ajudaram, mesmo que indiretamente, o indivíduo a conquistar suas metas. Conferencista do Fronteiras do Pensamento 2013.

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS