MAIORIDADE PENAL– Fabio Brazza

Clique AQUI e assista a declamação na voz e interpretação do autor.

Abaixo, segue o texto:

É uma pena, querem aumentar a pena e diminuir a idade
Como se isso fosse diminuir a criminalidade
Mas isso só diminui a nossa sociedade, que não entende
Que o Brasil já é o 4º país do mundo que mais prende
Se prender resolvesse o problema, o problema já teria tido uma pausa
Mas nosso maior defeito é querer combater o efeito e não a causa
Quase metade da população não tem o fundamental completo
Mais de 13 milhões de jovens no Brasil são analfabetos
É fácil virar insano quando não se tem ensino
É fácil julgar o menino e pedir que a pena dobre
Ainda mais quando você descobre que é quase sempre preto e pobre
A diminuição não resolve a questão, só encobre
O moleque já é mil grau e nem tem o primeiro grau
Assassino em série, que nem passou da primeira série
Nunca foi levado a sério, mas só quando o ferro fere
É que o Estado finalmente interfere
Porque ninguém previne, só reprime?
Será mesmo que diminuir a maioridade, diminui o crime?
Por mais que o moleque não agrade, por mais que a punição seja necessária,
Não seria mais fácil colocá-lo na grade escolar que na grade carcerária
Repare! Nosso problema é bem maior
Afinal menos de 1% dos crimes são cometidos por um menor
E se o argumento é que o jovem já tem informação pra saber o que é o certo e o errado
Então que aumentem a pena dos políticos, pois eles são os mais bem informados!
Mas não, pra eles a pena continua leve.
Acho que isso é só uma cortina de fumaça, pra não se mexer onde realmente deve
Talvez o tema da pena valesse a pena se nossos jovens fossem cultos
Mas já que não podemos cuidar das nossas crianças decidimos tratá-las como adultos…
É um pena!

Fábio Brazza

Capturar

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS