8 lições de vida que Mafalda me ensinou

“Eu confio, tu confias, ele confia. Nós confiamos, vós confiais, eles confiam. Que bando de ingênuos, não é?”
Mafalda

Mafalda  é uma menina que vive na Argentina dos anos 1960. É filha de pais normais de classe média, vai à escola, possui alguns amigos com quem realiza brincadeiras pertinentes a sua idade e viaja com a família para a praia no período de férias. No entanto, ela é muito mais do que esta simples descrição pode dizer.

Mafalda tornou-se uma das mais famosas e caricatas personagens do mundo dos quadrinhos. Criada pelo desenhista argentino Quino, completou  50 anos em setembro de 2014.

Na Argentina ela  está classificada entre as dez personalidades do país do século 20. Suas falas e reflexões continuam atuais e fazem até o mais apático dos seres parar para pensar.

Abaixo, compartilho com vocês 8 lições de vida que Mafalda me ensinou.

Espero que gostem!

Josie Conti

1- Preocupar-me com o que acontece com o mundo que vai muito além do próprio quintal.

Sem título6

548846_462381273773247_933198005_n

mafalda

MAFALDA

2- Usar humor para criticar a política.

mafalda_burocracia_1
Mafalda tinha uma tartaruga de estimação que muitos comparavam com o presidente, por sua atuação inexpressiva na economia e política: ela se chamava “Burocracia”.

mafalda (1)

3- Posicionar-me socialmente

timthumb

4- Não me conformar

tira2

5- Odiar a injustiça, a guerra, as armas nucleares, o racismo e as absurdas convenções dos adultos

mafalda-g-nuclear

6- Amar boa música

beatles

7- Acreditar que pode haver paz no mundo

554710_444293458915362_1346681082_n

8- Não perder a delicadeza

401890_456096747735033_1358854585_n

Ah, se você se lembrou de mais lições da Mafalda, conte para nós nos comentários!

COMPARTILHE
Josie Conti
Blogueira e empresária. Após trabalhar anos como psicóloga, abandonou o serviço público para manter seus valores pessoais. Hoje, a Josie Conti ME e sua equipe trabalham prioritariamente na internet na administração funcional, editorial e publicitária de redes sociais e sites como A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil, além de várias outras fan pages que totalizam cerca de 6.5 milhões de usuários. É idealizadora da CONTI outra, o projeto inicial que leva seu nome.



COMENTÁRIOS