“Lhe desejo o suficiente”

Por Nando Pereira

A história a seguir é contada pelo escritor e coach americano Bob Perks e ficou tão famosa que já é uma seção do site oficial dele, no endereço ok2be.me, intitulada “Lhe desejo o suficiente – A História” (I Wish You Enough – The Story). É o diálogo de despedida entre um pai e sua filha num aeroporto (ou uma mãe e sua filha, em alguns relatos alternativos) que traz uma perspectiva de vida realista, agradecida e inspiradora, que está contida na tradição de dizer ao outro simplesmente “lhe desejo o suficiente“.  Dentro desses dizeres está uma leve compreensão da impermanência das coisas (também presente na própria despedida), da interdependência e dos dualismos da vida — de sol e chuva, de ganhos e perdas, de olás e adeuses.

O post foi traduzido do inglês por este blog e segue abaixo:

Em um aeroporto ouvi um pai e uma filha nos seus últimos momentos juntas. Anunciaram a partida do avião da filha e, perto da entrada, o pai disse, “Te amo, desejo a você o suficiente”. A filha disse, “Pai, nossa vida junto tem sido mais do que suficiente. Seu amor é tudo que eu sempre precisei. Te desejo o suficiente também, mãe”. Elas deram um beijo de adeus e ela se foi.

A mãe andou em direção à janela onde eu estava sentado. Eu podia ver que ela queria e precisava chorar. Tentei não me invadir a privacidade, mas ela me cumprimentou perguntando, “Você já disse adeus a alguém sabendo que seria pra sempre?”.

Sim, já disse, respondi. E ao dizer isso me vieram lembranças de quando expressei meu amor e admiração por tudo que minha mãe tinha feito por mim. Reconhecer que os dias dela estavam no final, reservei um tempo para dizer-lhe pessoalmente o quanto ela significava pra mim.

Então eu sabia o que esta mulher estava passando. “Desculpe por perguntar, mas porque esse é um adeus para sempre”, perguntei. “Estou velha e ela vive muito longe. Tenho desafios à frente a realidade é que a próxima viagem dela de volta será para o meu funeral”, ela disse.

“Quando vocês estavam se despedindo eu ouvi você dizer, ‘Te desejo o suficiente’. Posso perguntar o que isso significa?”. Ela começou a rir. “É um desejo que tem sido passando por gerações. Meus pais diziam pra todo mundo”.

Ela parou por um momento como se tivesse tentando lembrar de algo, então sorriu de novo. “Quando dissemos ‘te desejo o suficiente’, estamos querendo que a outra pessoa tenha uma vida cheia de coisas que a sustente”, ela continuou, e então se virou pra mim e disse o seguinte, como se estivesse recitando da memória:

“Lhe desejo suficiente sol para manter sua atitude iluminada.
Lhe desejo suficiente chuva para apreciar o sol ainda mais.
Lhe desejo suficiente felicidade para manter seu espírito vivo.
Lhe desejo suficiente dor para que as menores alegrias da vida pareçam muito maiores.
Lhe desejo suficiente prosperidade para satisfazer suas vontades.
Lhe desejo suficiente perda para apreciar tudo que você possui.
Lhe desejo suficiente ‘olá’ até que chegue ao seu final  ‘adeus'”.

— Bob Perks

Fonte indicada:

Capturar

suficiente 2

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS