Dica de livro: Anticâncer, de David Servan-Schreiber

O livro sobre câncer mais vendido em todo o mundo.

Em 1992, no decurso de uma experiência realizada no seu laboratório de investigação, um psiquiatra francês, então com 31 anos, descobriu que tinha um tumor maligno no cérebro. David Servan-Schreiber aceitou combater a doença aliando o tratamento médico tradicional (cirurgia, radioterapia e quimioterapia) com uma filosofia e postura proactiva, que abrangia as terapias alternativas, e o que posteriormente veio a confirmar-se o essencial: um estilo alimentar auto-regenerador, eliminando da sua dieta alimentos que faziam mal a si e à sua doença. Assim, David travou o alastramento de uma doença grave durante vinte anos. Ao longo deste período o doutor publicou dezenas de artigos sobre câncer, depressão, EMDR, etc., em revistas científicas, enquanto dividia o seu tempo a proferir várias conferências internacionais.

Nas páginas de “Anticâncer — Prevenir e Vencer Usando Nossas Defesas Naturais”, que se tornou um verdadeiro ‘best-seller’ mundial, traduzido para mais de 40 línguas, o autor dá exemplos do que inibe e activa as células imunitárias, ou seja, o que trava e alastra as células cancerígenas. Com propriedades benéficas para o sistema imunitário de pacientes com cancro David nomeia, por exemplo, seguirem uma dieta mediterrânica (que em Dezembro de 2013 foi inscrita na lista do Património Imaterial da UNESCO), potenciarem sentimentos de alegria e serenidade, terem apoio da família e amigos e fazerem actividade física com regularidade. No capítulo 6 intitulado ‘O câncer alimenta-se de açúcar’ o autor escreve um texto bastante interessante advertindo a quem sofre da doença sobre o perigo da ingestão de glucose em demasia. Acrescenta que «o câncer apenas surge se as células cancerosas encontrarem terreno “fértil” para proliferar.» ‘Alimentos Anticâncer’ intitula-se, talvez, o mais esperado capítulo deste livro. São aproximadamente 45 páginas em que o autor aconselha alimentos que evitam a angiogénese (crescimento de um tumor), como os ácidos graxos ómega-3, o chá verde, açafrão-das-índias, etc. Preciosos testemunhos e dicas alimentares que o próprio confirmou serem benéficas, podem ser lidas ao longo das cerca de 400 páginas deste livro. O livro além das reflexões de Servan tem citações de vários e notáveis cientistas. As notas bibliográficas com referência aos textos que o autor cita estão disponíveis na última parte do livro, para que não haja margens para cepticismo, por parte de leitores mais reticentes. Nesta obra, que segundo o ‘New York Times’ «Em muitas casas, este livro vai provavelmente tornar-se uma Bíblia», o autor de ‘Curar’ e ‘Antes de Dizer Adeus’, falecido em 2011, apresenta métodos naturais para cuidar da saúde, que podem contribuir para evitar o desenvolvimento do câncer. Quem, a meu entender, é o público-alvo de ‘Anticâncer’? Quem tem câncer e quem não tem.

Trechos:

«As nossas células imunitárias também são sensíveis às nossas emoções. Reagem positivamente a estados emocionais caracterizados por uma sensação de bem-estar e sentimentos de união com aqueles que nos rodeiam.» (p. 81)

«Existe uma causa para a superprodução de substâncias inflamatórias que raramente é mencionada quando se fala em cancro: o sentimento persistente de desamparo, de um desespero que não dá tréguas.» (p. 91)

A indicação de leitura é do nosso blog parceiro Silêncios Que Falam (Site; Facebook)

COMPARTILHE
Miguel Pestana
Vive na Madeira, ilha portuguesa onde nasceu Cristiano Ronaldo, o melhor jogador de futebol do mundo. É cinéfilo e melómano, mas é no mundo dos livros que passa maior parte do tempo, e por isso diz ser um grande bibliófilo. Em Portugal, o seu blogue literário — http://silenciosquefalam.blogspot.pt —, existe há mais de 5 anos e é parceiro de mais de 40 editoras. Em ‘Silêncios que Falam’ ele já postou mais de 300 resenhas críticas, sobre livros de géneros literários vários.



COMENTÁRIOS