Casal indiano adota 12 meninos com HIV que ninguém queria

Via rpa

Um casal adotou 12 meninos HIV positivos, abandonados pelas família, e provocou uma verdadeira corrente do bem.

As crianças, entre 7 e 17 anos, têm histórias semelhantes: nasceram com HIV, perderam seus pais, vítimas da doença, e nenhum parente quis ficar com elas.

No início, Ajay Sharma e sua esposa, Babita, tiveram dificuldade para alugar uma casa que abrigasse tanta gente.

Quando conseguiram uma residência em Ganganagar, Meerut, na Índia, eles tiveram problemas com vizinhos que, por puro preconceito, rejeitaram a vinda das crianças para o bairro. Mas aos poucos as pessoas começaram a aceitar os jovens.

Logo Ajay Sharma passou a receber apoio de profissionais, comovidos com sua iniciativa. Médicos e professores começaram a ir até a casa, para consultar e ensinar as crianças.

“Eu sinto uma onda de energia positiva quando encontro essas crianças. Elas são tão cheias de vida. Só rezo para que a ciência encontre um tratamento viável para esta doença”, diz o Dr. Rajiv Prakash, pediatra que visita regularmente a casa.

Há 3 anos, Neema Jain, ensina a eles Hindu, Inglês e Matemática.

“Eles são como qualquer outra criança. Alguns deles são realmente brilhantes, diz ela.

Também está ajudando um funcionário do governo, Lokesh Sharma, que vai até lá para dar aulas de Yoga para os meninos. “Ela [Yoga] desenvolve a resistência deles”, explica.

ajay_sharma_20140915

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS