Primeiro carro voador chega ao mercado em 2015

Quer fugir ao trânsito? Então decore este nome: TF-X. Esse será o primeiro “carro voador” do mundo: um  automóvel que circulará por terra e ar tal como os famosos veículos voadores do clássico do cinema Blade Runner.

Com um design semelhante a um jato particular, o TF-X tem um motor elétrico, quatro rodas e duas asas que se dobram para que possa ser conduzido como um carro ‘normal’. A empresa norte-americana Terrafugia, responsável pela invenção, promete que os veículos estarão à venda já em 2015.

O modelo foi desenhado para percorrer longas distâncias tanto por terra como pelo ar e tem uma autonomia de voo de pelo menos 500 quilómetros por hora. Quem possuir um TF-X apenas necessitará da instalação de um programa que indica ao veículo o destino desejado.

Segundo a página oficial da empresa, não será necessário ter nenhuma licença especial de voo e o condutor demorará cerca de 5 horas para aprender a conduzir (e a pilotar) o TF-X.

Este automóvel voador é capaz de descolar e aterrizar de forma autônoma, sem a necessidade de interferência do condutor/piloto e, em apenas alguns segundos, o pequeno jato transforma-se num carro que pode ser guardado na garagem.
Para uma viagem segura, o TF-X conta com uma base de dados que informa sobre o tráfego aéreo e o mau tempo. Tem ainda um sistema de paraquedas que, quando ativado pelo operador, em caso de emergência, notifica as autoridades.
Em declarações à agência Reuters, o diretor executivo da empresa explica que o TF-X foi criado com o intuito de ser um veículo voador que possa ser usado por um grande segmento da população. Desta forma, o modelo será vendido com o preço mais baixo possível.

Nem sei o que pensar…

Veja o vídeo:

Fonte indicada: In Virtus
Página oficial: Terrafugia

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS