10 vezes em que o filme foi tão bom quanto o livro

Tomei a liberdade de compor essa lista tendo como base 10 livros que foram belamente adaptados para o cinema. Fiéis aos escritos originais, os filmes a seguir demonstram que muitas vezes filmes podem ser tão bons quanto os livros que os inspiraram. Belas histórias para serem lidas e assistidas sem medo.

1. Filme Carol, adaptação do livro de Patricia Highsmith

1.2

Na década de 50 a escritora Patricia Highsmith lançou o livro Carol – primeiro romance que aborda uma relação amorosa entre mulheres com um final feliz. O livro foi publicado na época como The price of salt. Na história, Therese Belivet trabalha como vendedora na seção de bonecas de uma loja de departamentos. O emprego funciona como um bico para juntar dinheiro – o que ela de fato quer é construir uma carreira como cenógrafa de teatro. É época de Natal em Nova York, e a loja está lotada. Em meio a tantos rostos desconhecidos, Therese fica hipnotizada ao ver uma distinta cliente se aproximar. É Carol. Assim começa o romance entre a jovem Therese e Carol – recém-separada e mãe de uma filha -, um amor repentino e fatal, que se transforma em uma constante troca de experiências. Uma história no mínimo tocante, para ser lida e assistida.

2. Filme Suíte Francesa, adaptação do livro de Irene Nemirovsky

2.3

Suíte Francesa é um brilhante romance sobre a guerra e um relato histórico extraordinário. O livro retrata o êxodo de Paris após a invasão nazista de 1940 e a vida dos judeus sob a ocupação alemã no país. Escrito pela romancista francesa Irene Nemirovsky, presa em Julho de 1942 e mandada para Auschwitz no mês seguinte, o romance foi salvo por acaso e revelado décadas depois pela filha da escritora, Denise, que o encontrou em forma de diário. O manuscrito viria a ser aclamada posteriormente pelos críticos europeus como um Guerra e Paz da segunda guerra mundial. O filme e o livro são maravilhosos e falam de forma delicada da guerra e dos amores que nascem, contraditoriamente, nela.

3. Filme O Regressoadaptação do livro de Michael Punke

4.4

O livro O Regresso foi adaptado para o cinema e estrelado em 2016 pelo então premiado Leonardo DiCaprio. A história se passa no ano de 1823, ano no qual um dos melhores e mais experientes caçadores das Montanhas Rochosas fica frente a frente com um urso cinzento e é atacado por ele. Os homens que deveriam esperar e lhe oferecer um funeral apropriado lamentavelmente o abandonam, levando consigo armas e suprimentos. Entre delírios, Glass, vê tudo e é tomado por um desejo incontrolável de vingança. O livro e o filme são ideais para quem gosta de histórias pautadas por reviravoltas. Não indico o filme para pessoas sensíveis, pois as cenas de luta com o urso são fortes.

4. Filme O Quarto de Jack, adaptação do livro de Emma Donoghue

7.7

O filme O Quarto de Jack foi baseado no romance Quarto escrito por Emma Donoughue. Assim como o livro, o filme causou comoção e incitou à reflexão acerca dos cativeiros (físicos e emocionais) nos quais muitas pessoas vivem. A coragem e o imenso amor nessa história perturbadora é contada pela voz de Jack, uma criança de cinco anos para quem o seu quarto é o mundo. É onde ele e a mãe comem, dormem, brincam e aprendem. Embora Jack não saiba, o lugar onde ele se sente completamente seguro e protegido é também a prisão onde a mãe tem sido mantida em cativeiro desde a adolescência. Essa é a história de um amor imenso que sobrevive às circunstâncias mais aterradoras. O livro e o filme são tocantes.

5. Filme Como Eu Era Antes De Vocêadaptação do livro de Jojo Moyes

9.9

O livro adaptado para o cinema tirou lágrimas até mesmo dos corações mais gelados. Aos 26 anos, Louisa Clark, uma moça sem muitas ambições, mora com os pais, a irmã, o sobrinho e o avô no subúrbio. Trabalha como garçonete e namora Patrick, alguém que não parece ser sua alma gêmea. Quando o café, no qual Lou trabalha, fecha as portas, ela é obrigada a procurar um outro emprego. Sem muitas qualificações, ela consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico, Will Traynor, de 35 anos. Um cara inteligente, rico e mal-humorado. A vida de ambos muda para sempre com esse convívio. Tanto o livro quanto o filme tratam de questões bastante sensíveis com muito carinho e amor. Impossível não se emocionar com essa história que fala de amor e aceitação, apesar das circunstâncias.

6. Filme O Orfanato Da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares, adaptação do livro de Ransom Riggs

10.1

O filme é inspirado em um romance que mistura ficção e composição fotográfica, o que leva a uma experiência de leitura emocionante. A história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde ele descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato eram muito mais do que simplesmente peculiares. Uma fantasia arrepiante, cujo livro é ilustrado com assombrosas fotografias de época e o filme dá bons calafrios em adolescentes e adultos.

7. Filme Alice Através Do Espelho, adaptação do livro de Lewis Carrol

12.1

Numa tarde fria de inverno, enquanto a neve cai silenciosamente lá fora, Alice brinca com a gata Dinah e seus filhotes na sala de casa. Mal sabe ela que está prestes a viver uma aventura memorável. De repente, ela atravessa o espelho que fica sobre a lareira e chega a um mundo onde tudo está ao contrário, de pernas para o ar: flores falam, peças de xadrez andam e quanto mais você corre, mais você fica no mesmo lugar. Um mundo em que as coisas “trocam de lado”, da mesma forma que as linhas de um livro, quando você o observa aberto diante de um espelho. Não preciso nem dizer que o filme tem efeitos fantásticos e que o livro é um deleite para a imaginação.

8. Filme O Bom Gigante Amigo, adaptação do livro de Roald Dahl

13.1

Sophie vive em um orfanato. Uma noite, em plena Hora das Bruxas, ela é raptada por um gigante orelhudo que a encontrou espiando pela janela. Mas Sophie logo descobre que ela não precisa ter medo do gigante, que é amigável e tem como função soprar sonhos nas janelas das crianças. Junto dele, ela faz um plano para acabar com os gigantes maus, que adoram devorar “serumanos”. Um plano que envolve pesadelos terríveis e a rainha da Inglaterra. O livro é pouco conhecido por aqui, mas emblemático quando pensamos em literatura infantil. O filme é mágico, repleto de uma aura encantada e tem Steven Spielberg na direção. Imperdíveis!

9. Filme A Cabana, adaptação do livro de William P. Young

14.1

Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa cabana abandonada. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o para voltar à cabana onde aconteceu a tragédia. Não é preciso nem dizer que assim como o livro, um grande sucesso mundial, o filme é bastante tocante e fala sobre acontecimentos que marcam nossa vida e do que existe, simbolicamente, por trás de cada um deles.

10. Filme A Garota No Trem, adaptação do livro de Paula Hawkins

15.1

No filme e no livro, a trama gira em torno do desaparecimento de uma jovem mulher, e é apresentada por meio de uma narrativa duvidosa. O que é real e o que não é real vai instigar leitores e espectadores. O livro escrito por Paula, conquistou fãs como o mestre do mistério Stephen King e assim como o filme apresenta personagens femininos complexos que fogem do estereótipo de vítimas ou vilãs. A trama dessa história cria um delicado suspense a partir de evoluções psicológicas sutis e dinâmicas. Para quem gosta de mistério, o livro e o filme são um espetáculo.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Vanelli Doratioto – Alcova Moderna.

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.

COMENTÁRIOS