10 passos simples para arruinar uma criança boa

Quase qualquer um pode criar uma criança bem ajustada. Mas, para realmente estragar uma criança, você deve ter um guia prático. Pegue boas crianças, aplique estes 10 comportamentos e veja-as tornarem-se adultos completamente inúteis.

1. Fale em superlativos

Sempre lhes diga que são lindíssimos, belíssimos, inteligentíssimos, os mais atléticos, os mais artísticos e os mais talentosos. Dessa forma, quando eles crescerem e descobrirem que têm que realmente se esforçar para conseguir algo, eles podem culpá-lo em suas sessões de terapia caríssimas.

2. Deixe que eles interrompam

Não importa com quem você possa estar tendo uma conversa, não importa quão importante ou delicada, sempre, sempre, que a criança puxar a manga de sua camisa e disser repetidamente: “Com licença, com licença, com licença.” Certifique-se de parar no meio da frase e admirá-la pela sua polidez e dar-lhe toda a sua atenção. Afinal, nada que você esteja fazendo poderia ser tão importante como o seu filho precisando dizer alguma coisa.

3. Sempre acredite na versão deles

Se um professor revela em entrevista que o seu filho está falhando, deve ser culpa do professor. Se o treinador lhe diz que seu filho vai ficar no banco, ele deve ter sido negligente em seus deveres de técnico. Se todas as evidências apontam para o fato de que seu filho roubou alguns CDs ou outra coisa, mas ele nega, automaticamente todas as provas devem ser circunstanciais. Sempre acredite apenas em seu filho e ignore as boas intenções daqueles que proclamam que se preocupam com ele.

4. Nunca os deixe falhar ou parecerem ruins em algo

Conclua para eles o carrinho de rolimã, o projeto de ciências, o discurso, o projeto acadêmico. Afinal, seria prejudicial para as suas pequenas mentes se falharem ou se sentirem constrangidos.

5. Equipare-os ao “Mauricinho” e à “Patricinha”

Certifique-se de que seus filhos tenham tudo o que seus amigos têm. Atualize seu modelo de qualquer coisa assim que o mais novo sair. Mantenha-os sendo invejados por todos os seus amigos. Nunca os deixe envergonhados de não ter o mais recente e o melhor seja lá o que for.

6. Proteja-o de todo o mal e dor

Interfira se sentir que ele terá qualquer problema. Mantenha-o com joelheiras, capacetes e rodinhas. Proíba-o de subir em árvores, em barras no playground e jamais permita mergulhos do alto na piscina. Use antibiótico para tudo. Mantenha-o sempre aquecido. Nunca, em hipótese alguma, deixe-o brincar na sujeira.

7. Faça um plano de vida agora

Descubra o que você acha que sua filha deve ser quando crescer e mantenha-a no caminho, não importa o quê. Direcione toda a sua energia e tempo livre para ser a melhor nessa vocação. Se ela chorar ou resistir, apenas continue a dizer-lhe que é para seu próprio bem. Afinal, você sabe melhor do que ela.

8. Seja crítico

Critique os outros na mesa durante as refeições. Diga-lhes que trabalho medíocre os seus professores, conselheiros, treinadores e outras figuras de autoridade estão fazendo. Ensine-os a serem críticos sobre todos, também. Só não se surpreenda se a crítica acabar por ser dirigida a você.

9. Exponha-se

Dê aos seus filhos completo conhecimento de todos os detalhes íntimos de sua vida. Diga-lhes todas as coisas estúpidas e perigosas que você fez quando era criança e adolescente. Também lhes conte como seu casamento é difícil. Peça-lhes conselhos. Conte-lhes se você estiver preocupado em perder o emprego. Partilhe com eles o seu medo de não ter dinheiro suficiente. Não se esqueça de nenhum detalhe. Tenha um bom relacionamento aberto.

10. Apoie-os quando desobedecerem

Diga a eles o que fazer e o que não fazer, mas apoie-os quando desobedecerem. Diga-lhe para não beber, mas quando o fizerem que lhe chamem. Diga-lhes para não usarem drogas, mas quando fizerem que deixem você saber. Diga para se absterem de relações íntimas, mas dê-lhes proteção para levar sempre consigo, caso aconteça. Mensagens contraditórias como essas são uma ótima maneira de mantê-los em dúvida sobre suas próprias escolhas.

Agora você tem uma lista completa de como transformar uma criança perfeitamente normal e emocionalmente saudável em um projeto de gente.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original How to ruin a perfectly good kid in 10 simple steps.

Fonte SEMPRE indicada: Família

________________________________

Precisa de ajuda? Leia essa informação importante

Vocês sabiam que serviços psicológicos podem ser realizados através da internet desde que atendam ao Código de Ética Profissional do psicólogo e à Resolução do CFP n.º 11/2012?

Abaixo compartilho um site confiável sobre o assunto para quem quiser conhecer e obter mais informações sobre os serviços. Compartilhem também, pois vocês podem ajudar alguém que não tem condições de se locomover com facilidade, esteja em locais distantes ou mesmo queira otimizar seu tempo através do uso da internet.

http://www.apsicanalistaonline.com.br/

Gostou dessa seleção?

Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS